Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Notícias Lusa: Actualização permanente (26 de Junho)

Actualização permanente: principais notícias Lusa de hoje sobre o Mundial. Clique para aceder ao índice do Dossiê Mundial-2010

18h05 - Seleção em crescendo de confiança, Queiroz recupera Deco e "perde" Danny

A seleção de Portugal revelou hoje um crescendo de confiança no êxito no Mundial2010 de futebol, num dia em que Queiroz recuperou Deco e "perdeu" Danny, com um problema físico e em dúvida para o jogo com a Espanha.

O selecionador Carlos Queiroz, o trinco Pedro Mendes e o guarda redes suplente Beto foram os porta-vozes de um grupo que "transpira saúde" e, nas palavras do jogador do Sporting, em alta devido à "confiança, entreajuda, solidariedade e amizade entre todos, aliada à qualidade dos jogadores".

"Acho que o mais importante é ver se é possível ter um Portugal igual a si mesmo, que se supere. Tenho a confiança de que o melhor Portugal ainda está para vir", disse Queiroz, destemido na hora de enfrentar a Espanha, na terça feira, nos oitavos de final.

-----------------------------------------------------------------------

17h01 - Melhor de Portugal ainda para vir, diz Queiroz

O selecionador português, Carlos Queiroz, disse hoje estar confiante em que o melhor de Portugal no Mundial2010 de futebol esteja ainda para vir, dando 50 por cento de hipótese à equipa lusa nos oitavos de final frente à Espanha.

"Agora todos os adversários são difíceis e todos os adversários têm 50 por cento de hipótese. Qualquer que seja o campo onde uma eliminatória se disputa, as hipóteses são iguais, porque são jogos emotivos, muito tensos, onde não há margem para erro", referiu.

De acordo com Queiroz, nestes jogos "é tudo para o ganhador e nada para o perdedor", referindo que ainda só fez um "reconhecimento geral do que é a Espanha".

-----------------------------------------------------------------------

16h54 - Uruguai nos quartos de final 40 anos depois

O Uruguai qualificou-se hoje para os quartos de final do Mundial de futebol 2010 na África do Sul, ao bater a Coreia do Sul por 2-1, com o avançado Luis Suarez a apontar os golos da equipa sul-americana.



Com os "portugueses" Jorge Fucile e Álvaro Pereira (FC Porto) e Maxi Pereira (Benfica) no "onze" inicial, os uruguaios, campeões do Mundo em 1930 e 1950, são os primeiros a apurar-se para os quartos de final da competição.



O Uruguai, que não chegava aos quartos de final de um Mundial desde 1970, há 40 anos, vai agora medir forças com o vencedor do Estados Unidos-Gana.

 

-----------------------------------------------------------------------

16h15 - Deco treinou sem limitações

O médio Deco já treinou hoje sem limitações, dando sinais de que está completamente recuperado da lesão na anca direita, que o impediu de participar nos dois últimos jogos de Portugal no Mundial2010 de futebol.

No treino, último aberto ao público previsto para Magaliesburgo, estiveram presentes apenas 10 jogadores, perante cerca de 2000 adeptos.

Os 11 titulares do encontro de sexta feira frente ao Brasil (0-0) ficaram no hotel, assim como Ruben Amorim e Danny, lesionados, e Simão, o único suplente utilizado que não esteve no apronto.

-----------------------------------------------------------------------

12h42 - FIFA reagirá se houver ingerência política na federação francesa

A FIFA reagirá se houver ingerência política na Federação Francesa de Futebol, advertiu hoje o secretário geral do organismo que rege o futebol mundial, Jérôme Valcke.

"Caso se considere que há ingerência política, reagiremos, como faríamos com qualquer país do Mundo", declarou Valcke, interrogado sobre a crise político/desportiva desencadeada pelo fracasso da seleção francesa no Campeonato do Mundo da África do Sul.

O dirigente da FIFA sublinhou que o poder político não pode exigir a demissão de um dirigente de uma federação de futebol, recordando que a FIFA não admite que os governos de qualquer país interfiram diretamente nos assuntos de uma federação de futebol nacional.

"Informei o ministério dos Desportos sobre a forma como o nosso sistema funciona. Ninguém pode pedir a nenhum dirigente desportivo que se demita. Uma pessoa é eleita, se ela pensa que falhou pode demitir-se, mas não pode ser obrigada", salientou o secretário geral da FIFA.

Valcke referia-se a declarações da ministra francesa dos Desportos, Roselyne Bachelot, que considerou "inevitável" a retirada do presidente da federação francesa de futebol (FFF), Jean-Pierre Escalettes.

"Em todos os continentes, vigiamos sempre este género de situações e lembramos as pessoas de como funciona a pirâmide do poder no futebol. A FFF está sob tutela da FIFA", observou Jérôme Valcke.

Quanto à França, disse:" Não estamos inquietos, mas estamos atentos. Temos confiança de que as pessoas não se meterão numa situação difícil".

A FIFA já suspendeu no passado várias federações após intervenções diretas dos poderes políticos dos respetivos países.

-----------------------------------------------------------------------

12h14 - Jogadores da seleção italiana recebidos com hostilidade por adeptos



Cerca de duas dezenas de adeptos de futebol esperavam hoje os jogadores da seleção italiana à chegada a Roma com gritos de "vergonha, vergonha", "vão trabalhar" ou "vocês ganham demasiado", após a eliminação prematura no Mundial.



A Itália, campeã em título, foi eliminada na primeira fase do Campeonato do Mundo da África do Sul, tendo terminado o grupo F na quarta e última posição com apenas dois pontos, resultantes de dois empates e uma derrota.



O avião chegou às 08h00 locais (7h00 em Lisboa) ao aeroporto de Fiumicino (Roma) e uma dezena de jogadores, incluindo o capitão Fábio Cannavaro e o selecionador Marcello Lippi, saíram nesse aeroporto, enquanto os restantes futebolistas seguiram viagem para Milão.



Os jogadores, enquanto esperavam pela bagagem, foram alvo de atenções de outros passageiros e empregados do aeroporto, que lhes pediram autógrafos e para tirar fotografias, mas, à saída do aeroporto, protegidos pela polícia, foram alvo da hostilidade do reduzido número de adeptos que os aguardava.



À chegada a Roma, o jogador do Juventus Simone Pepe admitiu que reina uma grande "amargura" entre os jogadores da seleção e classificou a eliminação como uma "tragédia desportiva", enquanto o avançado Fábio Quagliarella disse que todos "fizeram um 'mea culpa' e pediram perdão" e manifestou-se esperançado de que no futuro haja "uma Itália mais forte".

-----------------------------------------------------------------------

7h17 - Uruguai favorito e "tripla" no EUA-Gana



O presidente da Associação Nacional de Agentes de Futebol (ANAF) aponta o Uruguai como favorito no jogo dos oitavos de final do Mundial2010 frente à Coreia do Sul, mas não arrisca palpites no Estados Unidos-Gana.



"Estou convencidíssimo que o Uruguai consegue passar aos quartos de final. Em relação aos Estados Unidos e ao Gana, será a imprevisibilidade do futebol africano com a mecanização do futebol norte-americano. Tenho mais dúvidas e não posso dar nenhum palpite", disse à Agência Lusa Artur Fernandes.



O presidente da ANAF acredita que a "mais valia técnica dos jogadores uruguaios vai fazer a diferença" frente à Coreia do Sul, em Porth Elizabeth.



Na visão do empresário, dado o aproveitamento de jogadores ganeses e uruguaios por grandes clubes, apenas a presença nos "oitavos" de Coreia do Sul e Estados Unidos surpreende.



"O Gana não é nenhuma surpresa para nós, porque é um mercado que tem sido explorado ao longo dos anos pelos maiores clubes europeus. A Coreia do Sul e os Estados Unidos representam, de facto, uma maior surpresa", referiu.



Para Artur Fernandes, e mesmo tendo em conta as "surpresas", com a eliminação

o Mundial2010 demonstra a manutenção dos níveis competitivos de "Brasil, Alemanha, Portugal e Espanha, esta depois de uma surpresa na primeira jornada, frente à Suíça".



"Dado o trabalho de agentes a nível mundial, com um grande número de transferências e com a globalização de mercado, é perfeitamente natural que estes países vão equilibrando os níveis de competitividade e batendo-se de igual para igual com seleções mais candidatas", explicou.



De acordo com o presidente da ANAF, o Mundial "não vai valorizar excessivamente, nem desvalorizar excessivamente nenhum jogador", ao contrário do que normalmente sucede com "táticas ou estratégias bem sucedidas", fazendo com que "se tornem moda durante uns anos".



"Essas, normalmente, são as consequências de um campeonato do Mundo, não tanto a mais valia para um jogador ou para um conjunto de jogadores. Nem a favor, nem contra. Sabemos exatamente as operações e as transferências que estavam para ser feitas antes do campeonato e não vão mudar muito depois. Os valores dos passes dos jogadores não se vão alterar significativamente", concluiu.