Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Mundial-2010: Actualização permanente (14 de Junho)

Actualização permanente: Principais notícias Lusa de hoje sobre o Mundial. Clique para aceder ao índice do Dossiê Mundial-2010.

21h19 - Paraguai "empata" detentora Itália

O Paraguai, com um golo de um ex-aveirense e um benfiquista nos últimos 14 minutos, empatou hoje 1-1 com a campeã mundial em título Itália, no encontro inaugural do Grupo F do Mundial de futebol de 2010.

O central Antolin Alcaraz, que representou o Beira-Mar entre 2002/2003 e 2006/2007, inaugurou o marcador aos 39 minutos, de cabeça, após um livre, tendo o médio Daniele De Rossi restabelecido a igualdade, aos 63, depois de um canto.

Por seu lado, o avançado do Benfica Óscar Cardozo, melhor marcador da última edição da Liga portuguesa, entrou aos 76 minutos, para o lugar de Lucas Barrios.

 

------------------------------------ 

20h25 14/06/2010 - Portugal não é favorito, garante Cristiano Ronaldo



Cristiano Ronaldo reafirmou hoje que Portugal não é favorito na África do Sul, mas avisa que as equipas menos favoritas também podem ser campeãs mundiais de futebol, em entrevista ao site da FIFA.   



"Não, como disse antes do Campeonato do Mundo, não somos favoritos. Mas isso não quer dizer que as equipas menos favoritas não possam ser campeãs mundiais. Julgo que algumas das seleções que estão neste Mundial têm algo a mais do que Portugal, isso não é segredo, mas nós vamos dar uma luta enorme. Vamos dar o nosso melhor e, assim, qualquer coisa pode acontecer", referiu o avançado português. 

 

Ronaldo sublinhou ser um "privilégio" e um "orgulho" ser capitão da seleção de Portugal: "O que é preciso para comandar uma equipa? Julgo que, antes de mais, não devemos de mudar a nossa maneira de ser por causa disso e, acima de tudo, temos de ser totalmente honestos". 

 

O "capitão" destacou ainda o espírito de boa camaradagem no seio da equipa: "Os meus colegas conhecem-me muito bem, tal como eu os conheço a eles e corre tudo às mil maravilhas. Somos um grupo de grandes camaradas, grandes amigos, uma verdadeira família. Só assim podemos ganhar e ter sucesso".

 

Na véspera da estreia de Portugal no Grupo G, frente à Costa do Marfim, Ronaldo recorda que grande parte da equipa nunca jogou em campeonatos do Mundo, podendo ser este um fator extra de motivação. 

 

"Estamos todos muito felizes. Grande parte da equipa portuguesa nunca jogou num Mundial e, por isso, o entusiasmo é enorme. Além disso, estamos confiantes de que vamos jogar muito bem, que vamos fazer uma excelente competição. Felizmente, está tudo a correr bem", sustenta. 

 

O jogador português comentou ainda a estreia de África na organização de campeonatos do mundo de futebol: "Sim, claro que é diferente... É o primeiro Mundial realizado em África e, bem mais importante do que isso, joga-se no Inverno.á Mas, desde que chegámos, a nossa experiência tem sido brilhante e julgo que vai ser assim até ao último jogo da competição". 

 

Além de elogios ao selecionador Carlos Queiroz, com quem trabalhou no Manchester United, a "estrela" da turma das "quinas" agradeceu o apoio que a seleção tem sentido desde a sua chegada à África do Sul. 

 

"Os adeptos... Ah, claro que sabíamos que íamos ter aqui muitos portugueses a apoiarem a seleção e isso deixa-nos muito felizes. Ter um apoio extra quando estamos dentro do campo é crucial. Por isso, gostava de aproveitar esta oportunidade para agradecer todo o apoio que nos têm dado até este momento".

 

 

------------------------------------ 

19h59 14/06/2010 - Dunga pronto para "combate" com ambiciosa Coreia do Norte 



O selecionador brasileiro de futebol, Dunga, disse hoje respeitar as críticas de que tem sido alvo, mas afirmou-se tranquilo e pronto para o "combate" rumo ao sexto título mundial.   



Na antevisão ao jogo com a Coreia do Norte, terça feira, em Joanesburgo, da primeira jornada do Grupo G do Mundial da África do Sul, Dunga usou da ironia e até explicou que uma equipa que marca "cento e tal golos nos últimos três anos" é "garantidamente criativa". 

 

O Brasil, primeiro do ranking da FIFA, joga com a Coreia do Norte, seleção que está colocada no 105. posto e é a pior entre as 32 presentes em torneio.

 

"Vai ser o nosso maior desafio, porque é o próximo. Temos uma responsabilidade muito grande, mas o importante é dormir tranquilo. Fizemos a preparação da melhor forma possível", assegurou Dunga, campeão do Mundo, como jogador, em 1994. 

 

O técnico brasileiro falou ainda do criticado encerramento das portas aos treinos da "canarinha", mas avisou que "apenas com planeamento tático" será possível levar o Brasil ao seu desiderato. 

 

Do lado da Coreia do Norte, surgiu o discurso mais ambicioso. 

 

"E porque não podemos ganhar? O Brasil é favorito, claro, mas com força mental e concentração podemos equilibrar e até mesmo ganhar", disse o selecionador Kim Jong Hun. 

 

Sem dúvidas sobre o objetivo da Coreia do Norte, Kim Jong Hun disparou ainda mais e explicou que "a surpresa pode ser determinante". 

 

"Estudei muito bem o Brasil, mas prefiro nada revelar. Sabemos apenas que o nosso objetivo é seguir para os oitavos de final", concluiu. 

 

Portugal e Costa do Marfim, que se defrontam em Port Elizabeth, são as outras equipas do Grupo G.  

 

 

------------------------------------ 

19h42 14/06/2010 - Campeã Itália em sétimo no "ranking" das apostas



A campeã em título Itália surge este ano, no Mundial de futebol da África do Sul, apenas no sétimo posto das apostas em Macau quanto às possibilidades de revalidar o cetro, enquanto Portugal ocupa o posto imediatamente a seguir. 

 

Dados hoje disponíveis na página eletrónica da Macau.Slot -- cuja atualização pode acontecer a qualquer momento -- indicavam o Brasil e a Espanha como os mais fortes candidatos ao título, ao pagarem 5,2 patacas (52 cêntimos de euro) por cada pataca apostada. 

 

A Argentina, de Diego Maradona, paga um prémio de 5,5 patacas (55 cêntimos de euro) e é a terceira seleção melhor cotada, à frente da Alemanha, com um prémio de 6,3 patacas (67 cêntimos), da Holanda, com 8,5 patacas (85 cêntimos), e da Inglaterra, que paga um prémio de dez patacas (um euro).

 

Depois da campeã em título, a Itália, que paga 17 patacas (1,7 euros) por cada patacas apostada, surge a seleção portuguesa no oitavo lugar, que paga 25 patacas (2,5 euros) por cada apostada, caso os "navegadores" saiam vencedores da África do Sul. 

 

Depois de Portugal surge a finalista de 2006, a França, que vale 33 patacas (3,3 euros). 

 

Ainda abaixo das 100 patacas (10 euros de prémio) estão as seleções da Costa do Marfim e do Paraguai, que pagam, respetivamente, 50 patacas (cinco euros) e 90 patacas (nove euros). 

 

A acreditar em surpresas, como aconteceu no Europeu de 2004 em Portugal, com a formação grega que venceu o torneio, apostar e ter a sorte numa vitória de seleções como a Coreia do Norte, Nova Zelândia, Argélia, Honduras ou Austrália vale hoje prémios no valor de mil patacas (100 euros) por cada patacas apostada. 

 

Com mais créditos, mas mesmo assim longe do ranking do Brasil e da Espanha, e ainda assim bem pago ao nível de prémios pela vitória no mundial, estão seleções como os Estados Unidos a pagar 100 patacas (10 euros), Coreia do Sul e a Dinamarca a pagarem 130 patacas (13 euros), Camarões a 150 patacas (15 euros) e a África do Sul ou a Sérvia, que valem 160 patacas (16 euros) por cada patacas apostada. 

 

Os valores dos prémios da vitória de alguma seleção no mundial e dos jogos entre as equipas vão sendo atualizados regularmente e estão influenciados pelas prestações em cada jogo. 

 

 

------------------------------------ 

19h04 14/06/2010 - Portugal: Dúvidas na esquerda antes da estreia 



A seleção portuguesa de futebol estreia-se terça feira no Mundial2010, frente à Costa do Marfim, com as dúvidas em relação ao "onze" inicial aparentemente centradas na esquerda.

 

Duda e Fábio Contrão são os dois candidatos ao lugar na defesa, enquanto Simão e Danny perfilam-se com as duas possibilidades para o ataque, na ausência de Nani. 

 

Eduardo tem a titularidade na baliza garantida, atrás dos centrais Bruno Alves e Ricardo Carvalho, enquanto Paulo Ferreira, titular em dois dos três encontros particulares realizados por Portugal, parece ser a escolha natural para o lado direito da defesa. 

 

Na lateral esquerda, a "luta" é entre dois jogadores adaptados: Duda, que fez grande parte da fase de qualificação, e Fábio Coentrão, que surge em boa forma, depois de ter sido campeão no Benfica. 

 

Nos encontros particulares, Fábio Coentrão foi titular frente a Cabo Verde (0-0) e Moçambique (3-0), enquanto Duda entrou de início frente aos Camarões (3-1). 

 

Apesar de recuperado, Pepe, que sofreu uma grave lesão no joelho direito, ainda não deverá estar em condições de ser titular, pelo que no meio campo português deverão estar Pedro Mendes, Raul Meireles e Deco. 

 

No ataque, Cristiano Ronaldo e Liedson também deverão ser titulares, apesar dos dois golos de Hugo Almeida frente a Moçambique. 

 

Com a dispensa de Nani, a titularidade no lado esquerdo do ataque parecia entregue a Simão, um dos jogadores com mais minutos de utilização durante a temporada. 

 

Contudo, a boa exibição de Danny frente a Moçambique poderá ter colocado algumas dúvidas ao selecionador português, Carlos Queiroz, perante as exibições modestas de Simão durante o estágio. 

 

Na Costa do Marfim, a grande dúvida continua a ser o avançado Didier Drogba, que partiu o braço a 04 de junho, no particular com o Japão. 

 

O jogador do Chelsea voltou a treinar hoje, sendo que a decisão da sua utilização deverá ser tomada algumas horas antes do jogo.

 

 

------------------------------------  

19h00 14/06/2010 - Queiroz "foge" a caso Nani e esconde tática



Portugal treinou hoje em Port Elizabeth, na véspera da estreia no Mundial2010 de futebol, com o selecionador português, Carlos Queiroz, a "fugir" ao caso Nani e a esconder a tática para a Costa do Marfim.   



O extremo do Manchester United foi dispensado devido a uma lesão no ombro, mas no regresso a Portugal referiu que, numa semana, estaria recuperado, algo que hoje retificou, afirmando que se referia ao dia-a-dia e não à competição.

 

"Para mim e para todos - com todo o respeito pelo Nani e toda a gente - só conta o jogo de amanhã (terça feira). Depois, teremos tempo para falar disso", referiu Queiroz, que acrescentou: "Se Nani está bom em quatro dias é fantástico".  

 

Também Deco não fugiu à questão sobre o colega, revelando que apenas sabia que Nani "tinha uma fratura e seria difícil de recuperar a tempo para jogar", reconhecendo "a frustração" do extremo. 

 

Sobre o Mundial2010, Queiroz considerou que "Cristiano Ronaldo e todos os jogadores vão ser motivo de orgulho para todos os adeptos da equipa nacional".

 

"Estão todos bem. Estamos com vontade enorme de jogar. É tempo de jogar, acabou o tempo de preparação. Nunca mais vem a hora do jogo. Há grande vontade de ir para dentro do campo. Temos um espírito fantástico", frisou. 

 

O selecionador revelou "absoluta confiança" nos jogadores, mas lembrou que "o campeonato do Mundo é uma prova em que não há espaço para errar".

 

Deco, que já anunciou o adeus à equipa das "quinas" após o Mundial2010, admitiu alguma ansiedade e expetativa pela estreia, considerando o primeiro jogo como o mais complicado. 

 

No treino de ambientação ao Estádio Nelson Mandela Bay, em Port Elizabeth, apenas foi possível ver alguns exercícios de aquecimento com todos os jogadores disponíveis. 

 

Na Costa do Marfim, a grande dúvida continua a ser Didier Drogba, tendo o selecionador, o sueco Sven-Goran Eriksson, avançado que a utilização do avançado só será decidida algumas horas antes do jogo. 

 

 

------------------------------------ 

18h57 14/06/2010 - Drogba parece completamente apto a defrontar Portugal 

 

Didier Drogba, a grande estrela da Costa do Marfim e do futebol africano, continua em dúvida para o jogo de terça feira com Portugal, mas, no último treino realizado em Port

Elizabeth, pareceu completamente apto para competir. 

 

O atleta fraturou o cúbito (antebraço) direito no particular contra o Japão e foi operado, mas, no aquecimento de hoje, véspera do jogo com Portugal, da jornada de estreia do Mundial de 2010, não revelou qualquer problema, mesmo nos múltiplos exercícios em que teve de movimentar os braços com alguma brusquidão.  

 

"Vamos tomar uma decisão amanhã (terça feira). O Didier vai treinar hoje, fez um bom treino ontem (domingo), mas ainda não sei. Só vamos tomar a decisão algumas horas antes do jogo. Espero que sim, mas não sei. Penso que o único que pode dizer sim ou não é ele próprio", disse o selecionador Sven-Goran Erikson antes do treino. 

 

A Costa do Marfim pediu à FIFA autorização para o ponta de lança do Chelsea jogar com uma proteção, mas, até ao momento, essa decisão ainda não foi conhecida: "Houve uma reunião da FIFA em que foi apresentada ao árbitro (o uruguaio Jorge Larrionda) a tala de proteção que Drogba poderá utilizar". 

 

"Estamos confiantes em que possa jogar parte deste torneio. Não chamámos mais nenhum jogador, o que quer dizer que estamos confiantes", concluiu.

 

 

------------------------------------ 

18h53 14/06/2010 -  Parlamento a meio gás na estreia de Portugal

Na terça feira Portugal estreia-se no Mundial e, como outros profissionais, muitos deputados poderão fazer uma pausa para ver o jogo, à exceção dos da Comissão de Educação, onde será ouvido o secretário de Estado do Desporto. 

 

Precisamente quando a equipa de Carlos Queiroz der o pontapé de saída para o Campeonato do Mundo de 2010, na África do Sul, Laurentino Dias deverá estar a entrar na comissão de Educação e Ciência, onde será ouvido no âmbito das habituais audições parlamentares a membros do Governo. 

 

Ironicamente, a reunião da comissão parlamentar de Educação e Ciência deverá ser a única a decorrer à hora do jogo entre Portugal e a Costa do Marfim. 

 

A Agência Lusa tentou contactar o presidente da comissão parlamentar de Educação, o deputado socialista Luís Fagundes Duarte, para confirmar se a hora da reunião poderia ainda vir a ser alterada, mas tal foi impossível em tempo útil. 

 

Contudo, quer o gabinete de Laurentino Dias, quer outros deputados da comissão confirmaram que, pelo menos até ao final da tarde de hoje, a hora agendada não tinha sido alterada. 

 

Mais 'sorte' tiveram os deputados das comissão parlamentares de Assuntos Constitucionais e de Ética, já que viram as respetivas reuniões marcadas para as 15h00 antecipadas para o final da manhã. 

 

"Não quero correr nenhum risco que a reunião não tenha a participação habitual", reconheceu à Lusa o presidente da comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantia, o socialista Osvaldo de Castro. 

 

Inicialmente agendada para as 15h00, a reunião da I comissão parlamentar foi, então, marcada para as 11h30, hora em que será ouvido o Conselho Superior da Magistratura.  

 

"Como presidente da comissão entendi que poderia ter falta de quórum, é o primeiro jogo de Portugal do Campeonato do Mundo", admitiu Osvaldo de Castro, explicando que a antecipação da hora da reunião da comissão foi feita com o acordo de todos os deputados que a integram, bem como do Conselho Superior de Magistratura. 

 

Também a audição da comissão de trabalhadores da Agência Lusa na comissão parlamentar de Ética, que estava inicialmente marcada para as 15h00, foi antecipada, estando agora agendada para as 12h00. 

 

A comissão parlamentar de Assuntos Económicos, Inovação e Energia irá começar pelas 14h00 e tem sete pontos na ordem do dia, mas tendo em conta que não há nenhuma audição agendada, os deputados poderão estar livres ainda a tempo de ver pelo menos a segunda parte do jogo da seleção portuguesa.

 

De acordo com a agenda divulgada pela Presidência da República, o chefe de Estado também não tem nenhuma iniciativa pública agendada para a hora do jogo de Portugal. 

 

Às 11h30 horas irá receber os subscritores do Manifesto "Energia para Portugal - por uma nova política energética" e às 17:00 irá receber o primeiro ministro, José Sócrates para a reunião semanal, que normalmente decorre ao final da tarde. 

 

Já José Sócrates irá receber os partidos em São Bento durante a manhã, no âmbito do Conselho Europeu que começa quinta feira, mas a última audiência com o partido ecologista Os Verdes terá início às 12:45. 

 

À tarde, o primeiro ministro apenas tem agendada a reunião semanal com o Presidente da República. 

 

No intervalo da sua agenda, José Sócrates irá "obviamente" aproveitar para ver no gabinete o jogo entre Portugal e a Costa do Marfim, conforme adiantou à Lusa fonte do seu gabinete. 

 

 

------------------------------------

18h49 14/06/2010 - Yaya Touré: "Será complicado vencer Portugal"

O médio defensivo Yaya Touré elogiou hoje a qualidade de Portugal, primeiro adversário da Costa do Marfim no Grupo G do Mundial de futebol de 2010, reconhecendo que será complicado o triunfo, terça feira, em Port Elizabeth. 

 

"Portugal é uma grande equipa, sabemos que não vai ser fácil. Tentaremos jogar a 100 por cento. Tem alguns bons jogadores como Cristiano Ronaldo, Nani, que não joga, ou Deco. É equipa forte e não será fácil vencê-la", reconheceu. 

 

O futebolista do FC Barcelona diz que este é "um grupo muito difícil" - inclui ainda o Brasil e Coreia do Norte --, mas garante que a ideia da Costa do Marfim é sempre "ganhar ou empatar". 

 

"Vamos defrontar jogadores de grande calibre e não será fácil, mas a nossa equipa também tem vários jogadores, além de Drogba, que integram clubes de grande prestígio e podem ter um grande desempenho", vincou. 

 

Para a estreia no Mundial2010, contra Portugal, Touré espera contar com Drogba, a recuperar de lesão: "É um jogador muito importante para nós. Esperamos que possa ajudar. É um jogo muito importante e precisamos do nosso 'capitão', um jogador importante e com um nível impressionante. Se puder estar connosco é ótimo". 

 

"Estamos concentrados no nosso trabalho, a nossa equipa está com força e temos jogadores formidáveis. Faremos o melhor para ganhar. É um jogo muito importante, para nós como para Portugal", avisou. 

 

O primeiro campeonato do Mundo em África não está a ser muito positivo para as equipas do continente, mas Yaya Touré refuta qualquer tipo de responsabilidade adicional para a Costa do Marfim, uma das melhores seleções. 

 

"Esta competição é muito forte. Temos uma equipa muito boa e acredito que há outras africanas que podem conseguir algo", concluiu.   



O defesa Guy Demel garantiu, por seu lado, que a Costa do Marfim tem "excelentes jogadores", reconheceu que esta é "uma prova muito dura" e revelou o desejo de "jogar da melhor forma possível" para corresponder à confiança do selecionador, o sueco Sven-Goran Erikson. 

 

 

------------------------------------

18h47 14/06/2010 - Greve surpresa dos seguranças antes do Itália-Paraguai 



A polícia da Cidade do Cabo foi hoje obrigada a dispersar uma manifestação de centenas de seguranças, momentos antes do jogo entre Paraguai e Itália, de abertura do Grupo F do Mundial de futebol da África do Sul. 

 

De acordo com informações no local, o jogo - apesar da manifestação surpresa - manter-se-á e será disputado, já que os seguranças foram substituídos pela polícia da Cidade do Cabo, não havendo por isso problemas quanto à segurança do encontro (com início as 19:30, horas de Lisboa). 

 

Esta é a segunda manifestação do género desde o começo do Mundial: os seguranças contratados para os estádios defendem que os ordenados têm sido reduzidos e alertam para os valores superiores que tinham sido acordados inicialmente. 

 

No domingo, em Durban, os manifestantes demoraram mais tempo a dispersar, tendo sido necessário o recurso a gás lacrimogénio. 

 

Hoje, a situação foi controlada mais facilmente. 

 

A FIFA ainda não fez qualquer comentário a esta situação. 

 

 

------------------------------------ 

18h41 14/06/2010 - Nani "bom numa semana", mas para o "normal do dia-a-dia" 



O internacional português Nani estará "bom numa semana", mas para "fazer o normal do dia-a-dia e não para competir", afirmou hoje o futebolista do Manchester United, numa nota publicada na página de internet da Gestifute. 

 

Nani, substituído por Ruben Amorim nos 23 eleitos de Carlos Queiroz para o Mundial de 2010, na África do Sul, disse domingo, à chegada a Lisboa, proveniente daquele país, que "em uma semana" estaria bom. 

 

A informação de Nani criou algum embaraço na seleção, já que nos últimos dias têm sido levantadas diversas dúvidas sobre a real causa do abandono do jogador. 

 

Hoje, a Gestifute, empresa que gere a carreira do jogador, publica declarações de Nani, que pretende "colocar um ponto final nas especulações. 

 

"Não me expliquei bem quando disse que estaria bom numa semana, após me perguntarem quanto tempo levaria a minha recuperação. Por isso, lamento o embaraço, que, inconscientemente, acabei por provocar", explicou. 

 

O jogador alega ainda que o cansaço normal da viagem provocou "respostas sempre muito curtas". 

 

"Com o aglomerado de jornalistas e com o cansaço inerente à viagem que tinha acabado de fazer dei respostas sempre muito curtas e nessa, em particular, devia, realmente, ter-me explicado melhor: penso que estarei bom numa semana, mas para fazer a minha vida normal do dia-a-dia, não para competir", acrescentou.

 

O jogador diz querer acabar com as especulações "totalmente infundadas" sobre a sua saída do grupo de 23 atletas selecionados por Queiroz. 

 

"Quando um jogador se sente minimamente melhor, seja de que lesão for, acha sempre que já está bom, mesmo não estando, porque a ansiedade de recuperar depressa e de voltar a jogar é muita", afirmou. 

 

A lesão, de acordo com Nani, "está lá" e, por isso, teve de abandonar a seleção. 

 

"É o meu caso. A lesão está lá, na clavícula, por isso tive de deixar a seleção, mas como me sinto melhor, na minha cabeça acho que já não se passa nada", finalizou. 

 

 

------------------------------------

18h38 14/06/2010 -  Presença de Portugal em África tem "enorme impacto político"

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, disse hoje que "a presença da seleção em África", para disputar o Mundial de futebol, tem "um enorme impacto político" e contribui para projetar a imagem do país. 

 

Amado falava à margem de uma reunião de chefes de diplomacia da União Europeia, no Luxemburgo, na véspera de Portugal se estrear no Mundial da África do Sul frente à Costa do Marfim. 

 

"Teria sido muito negativo politicamente, ao contrário do que se possa pensar, se a nossa seleção não estivesse na África do Sul", disse, não só no plano desportivo, dada a expetativa numa boa campanha, "mas sobretudo por uma presença que não deixa de ter um eco relevante na projeção da imagem do país no continente africano e não só". 

 

Luís Amado disse ainda acreditar que "a carreira da seleção será positiva", mas escusou-se a avançar prognósticos, afirmando que é necessário "ver, jogo a jogo, o que é que se vai passar". 

 

 

------------------------------------

18h36 14/06/2010 - Eriksson recusa pensar em desforra 



O selecionador da Costa do Marfim, o sueco Sven-Goran Eriksson, recusou hoje falar em vingança, depois de ter sido eliminado duas vezes pela seleção portuguesa de futebol em fases finais de competições internacionais. 

 

Ao serviço da Inglaterra, Eriksson foi eliminado por Portugal nos quartos de final do Euro2004 e do Mundial2006, em ambas as ocasiões no desempate por grandes penalidades. 

 

"Não há vingança. Há quatro anos fomos infelizes, mas vida é assim. Todos sabemos que Portugal tem uma excelente equipa. Não vai ser fácil, para nós. Mas também para Portugal vai ser difícil", afirmou. 

 

Sobre o jogo de terça feira, em Port Elizabeth, da primeira jornada do Grupo G do Mundial2010, Eriksson não deu o favoritismo a Portugal, apesar da diferença no "ranking" da FIFA. 

 

"Se virmos o ranking, Portugal é número três, nós somos 20 e qualquer coisa. Contudo, o "ranking" da FIFA nem sempre corresponde à verdade", disse.

 

Apesar de reconhecer que "é um sonho para todos os jogadores e adeptos" a Costa do Marfim fazer um bom Mundial2010, Eriksson apenas quer falar de "tentar ganhar a Portugal". 

 

"Espero um jogo muito bom, entre duas excelentes equipas. Espero que consigamos ganhar. O primeiro jogo é muito difícil e o segundo (contra o Brasil) não vai ser mais fácil. Se ganharmos, as coisas ficam mais fáceis", admitiu. 

 

 

------------------------------------

18h33 14/06/2010 - Utilização de Drogba decidida horas antes do jogo de Portugal



O selecionador da Costa do Marfim, Sven-Goran Eriksson, adiantou hoje que a utilização do avançado Didier Drogba apenas vai ser decidida algumas horas antes do encontro de terça feira com Portugal, do Mundial de futebol de 2010. 



"Vamos tomar uma decisão amanhã (terça feira). O Didier (Drogba) fez um bom treino ontem (domingo) e vai treinar hoje. Mas ainda não sei. Só vamos tomar a decisão algumas horas antes do jogo. Espero que sim, mas não sei. Penso que o único que pode dizer sim ou não amanhã é ele próprio", referiu. 

 

O avançado da Costa do Marfim e do Chelsea, grande "estrela" da equipa, partiu o braço a 04 de junho, no particular com o Japão. 

 

"Só passaram oito dias desde que se lesionou. Não chamámos mais nenhum jogador, o que quer dizer que estamos confiantes", disse. 

 

De acordo com o treinador sueco, "houve uma reunião da FIFA, em que foi apresentada ao árbitro (o uruguaio Jorge Larrionda) a tala" de proteção que Drogba poderá utilizar. 

 

 

------------------------------------

16h59 14/06/2010 - Japão bate Camarões e vence fora pela primeira vez

O Japão começou pela primeira vez um Mundial a vencer, ao ganhar aos Camarões, que nunca haviam perdido na estreia, por 1-0, em encontro do Grupo E, em Bloemfontein, na África do sul.

Um golo de Keizuke Honda, aos 39 minutos escreveu o triunfo inaugural dos nipónicos fora do Japão (só tinham duas vitórias, em 10 jogos, ambas em casa, em 2002), que lhes permite igualar a Holanda (2-0 à Dinamarca) na liderança.

Por seu lado, os Camarões, que somavam quatro empates e uma vitória em estreias no campeonato do Mundo, sofreram o primeiro desaire, num embate em que poderiam ter empatado aos 86 minutos, num "tiro" à barra de Stéphane Mbia.

O Japão, que cumpre a quarta participação, apenas ultrapassou a primeira fase em 2002, quando foi co-organizador, enquanto os Camarões também só avançaram numa ocasião (chegaram aos "quartos" em 1990).

A segunda jornada do Grupo E realiza-se sábado, com os encontros entre os vencedores (Holanda-Japão) e o embate entre os vencidos (Camarões-Dinamarca

 

 

------------------------------------

15h04 14/06/2010 - Manchester United só vai avaliar situação de Nani "provavelmente" na próxima semana

O Manchester United só vai avaliar a situação de Nani "provavelmente" na próxima semana, não confirmando se recebeu um relatório médico da seleção nacional portuguesa.

Oficialmente, a equipa técnica está de férias, disse à agência Lusa uma porta voz do clube, pelo que a situação do internacional português ainda não foi clarificada.

"Provavelmente só será avaliada na próxima semana", afirmou.

Nani foi dispensado da seleção portuguesa, devido a um problema na clavícula esquerda, mas, no domingo, à chegada a Lisboa referiu que estaria recuperado numa semana.

O Manchester United afirma que terá de ser feito um diagnóstico pelos médicos do clube para se pronunciar sobre a lesão.

O regresso da equipa aos treinos está programado para 05 de julho para os jogadores que não participem no Mundial 2010 da África do Sul, enquanto os restantes serão autorizados a voltar mais tarde.

 

 

------------------------------------

14h56 14/06/2010 - Holanda bate Dinamarca (2-0)

A Holanda teve hoje uma estreia previsível no Mundial de futebol de 2010, ao vencer a Dinamarca por 2-0 (golos de Simon Poulsen, na própria baliza e Dirk Kuyt), na abertura do grupo E.

Os holandeses, que levam 20 jogos sem conhecer a derrota, eram favoritos na partida frente a um adversário com o qual não perdem há 43 anos.

Foi um jogo com duas partes muito distintas. Na primeira, a Holanda tentou assumir as ações (maior posse de bola), mas foi a Dinamarca - com um futebol direto - que criou maior perigo, e na segunda um auto-golo prematuro embalou os "laranjas" para o domínio da partida.

No Soccer City, em Joanesburgo, a Holanda atuou sem Robben, lesionado, e a Dinamarca com Niklas Bendtner, cuja utilização foi escondida até à última.

A Dinamarca, com Bendtner e Rommedahl mais avançados no terreno, conseguiu montar a sua estratégia nos primeiros 45 minutos e a anular as ações ofensivas de Sneijder e Van Persie, ou de um tímido Kuyt, no lado direito do ataque.

Bendtner criou primeiro lance de perigo

Com passes diretos e em profundidade, a seleção de Olsen terminaria esta fase "por cima" e com Bendtner a criar o primeiro lance de perigo (27 minutos). Rommedahl (34) e Kahlenburg (37) também assustaram, enquanto, na Holanda, Van Persie (43) rematou para fora.

A abrir o segundo tempo, a Dinamarca não teve tempo para "respirar". Van Persie centrou da esquerda e Poulsen, com Kuyt nas suas costas, fez um auto-golo (46 minutos). A Holanda melhor e Van der Vaart poderia ter feito o segundo.

Morten Olsen ainda mexeu na equipa, mas a Holanda continuou a procurar o segundo golo: primeiro com Van Bommel (74 minutos) a pôr à prova o guarda-redes e depois com Wesley Sjneider (82) a atirar à barra.

O golo viria pouco depois, aos 85 minutos. Sjneider voltou a ser influente, isolou o irreverente Elia - entrara para o lugar de van der Vaart - e este atirou ao poste esquerdo, mas Dirk Kuyt marcou na recarga.

Ao cair do pano, a Holanda ainda desperdiçou o terceiro, por Affelay, com Poulsen a tirar em cima da linha de golo.

 

 

------------------------------------

14h42 14/06/2010 - "Uma prova sem espaço para errar", Carlos Queiroz

O selecionador português de futebol, Carlos Queiroz, vincou hoje a determinação em começar o Mundial-2010 com um triunfo sobre a Costa do Marfim, ciente de que falhar esse objetivo pode destruir a ambição da equipa.

"O campeonato do Mundo é uma prova em que não há espaço para errar. Nesta competição (fase de grupos) há nove pontos em disputa. Tanto valem os primeiros como os últimos, mas queremos ganhar os três pontos desde o princípio", sublinhou.

Queiroz falou do tónico que é para qualquer seleção começar o Mundial com um êxito: "É sempre importante ganhar todas as partidas, a primeira, a segunda ou a última. Numa competição curta, é evidente que os primeiros pontos dão estimulo, incentivo e confiança. Portanto, é tempo de tentar fazer tudo para ganhar esses pontos logo no princípio".

Começar bem é vencer terça feira a Costa do Marfim e assim ganhar vantagem no "grupo da morte", o G, que inclui ainda o Brasil e a Coreia do Norte, que se defrontam no mesmo dia, em Joanesburgo.

"Grupo da morte"

"É um grupo difícil. Por isso, a imprensa nacional e internacional o classificou como 'grupo da morte'. Significa que há três favoritos -- como todo o respeito pela Coreia do Norte --, três equipas para dois lugares. Não interessa se jogam o melhor futebol do mundo. Até podem ser as três melhores do mundial, mas os regulamentos só permitem que passem duas", lembrou.

Foi assim que Queiroz evitou falar da probabilidade de Portugal encontrar a Espanha nos oitavos de final (se for segundo no grupo, face ao favoritismo da equipa de Vicente del Bosque no Grupo H), como quis saber um jornalista do país vizinho.

"Esta é razão suficiente para estar concentrado e focado nas nossas três equipas. Depois, se passarmos, responderei", disse o selecionador luso.

Seleção vai "orgulhar" portugueses

O selecionador manifestou a convicção de que a seleção vai honrar o país frente à Costa do Marfim, na estreia do Mundial-2010. "Tenho a certeza que o Cristiano Ronaldo e todos os jogadores vão ser motivo de orgulho para todos os adeptos da equipa nacional", vincou o técnico, na antevisão da estreia no Grupo G.

Queiroz diz que "já acabou o tempo de preparação" e que todos os futebolistas estão agora "com grande vontade de jogar, expressar o futebol que têm dentro deles".

"Estão todos bem. Estamos com vontade enorme de jogar. É tempo de jogar, acabou o tempo de preparação. Nunca mais vem a hora do jogo. Há grande vontade de ir para dentro do campo, libertarem-se, correr. Temos um espírito fantástico, qualidade, passe, drible, um contra um, uma equipa organizada e sobretudo 23 jogadores com muita vontade de fazer o melhor por Portugal", frisou.

O otimismo de Queiroz também se justifica pelo trabalho que realizou: "Depois da preparação que fizemos, tenho absoluta confiança de que os nossos jogadores estão aptos para todos os jogos. Incluindo, naturalmente o Cristiano Ronaldo como 'capitão' de equipa e referência nacional e internacional".

Queiroz evita polémica Nani

O selecionador português escusou-se a comentar as afirmações de Nani, que garantiu estar apto fisicamente em uma semana, vincando que é tempo de pensar apenas na estreia no Mundial-2010.

"Para mim e para todos - com todo o respeito pelo Nani e toda a gente - só conta o jogo de amanhã (terça feira). Depois, teremos tempo para falar disso", esquivou-se o selecionador, a um dia da estreia.

No regresso a Lisboa, Nani, que foi substituído na seleção por Ruben Amorim em função de um problema na clavícula esquerda, garantiu que no espaço de uma semana estaria recuperado, o que lhe permitiria defrontar a Coreia do Norte a 21 de junho e o Brasil a 25.

"Se Nani está bom em 10 dias é fantástico"

"Se Nani está bom em 10 dias é fantástico. Mais importante é toda a equipa estar concentrada em golos, passes e espetáculo, pois é isso que nós, que estamos aqui com todo o mérito, temos de criar, com toda a atenção e empenhamento", reforçou o técnico.

À semelhança de toda a conferência de imprensa, Queiroz focou toda a tua atenção na 'final' com a Costa do Marfim, da primeira jornada do Grupo G, em Port Elizabeth.

"Jogamos o primeiro jogo de uma prova fantástica que é campeonato do Mundo. A única coisa importante para nós são os passes, remates, dribles, golos, atitude e espírito para o jogo de terça feira", frisou.

 

 

------------------------------------

14h35 14/06/2010 - Deco revela ansiedade e expetativa pela estreia

O médio Deco admitiu hoje que sente alguma ansiedade e expetativa pela estreia no Mundial de futebol de 2010, terça feira, frente à Costa do Marfim, considerando o primeiro jogo como o mais complicado.

"Acho que o primeiro jogo é mais importante que o último. Vencer o primeiro é fundamental, porque traz tranquilidade. Sabemos que temos três jogos e que duas vitórias chegam para passar, pelo que ganhando o primeiro fica mais fácil", disse Deco.

Na conferência de imprensa de antecipação do encontro com a Costa do Marfim, já em Port Elizabeth, Deco disse que "é grande a expetativa, porque o primeiro jogo é sempre o mais complicado, pela ansiedade".

Ansiedade justifica falta de golos

Para o médio do Chelsea, essa ansiedade pode justificar a falta de golos nos primeiros jogos do Mundial-2010.

"Acho que é natural, até pela ansiedade do primeiro jogo. Em teoria, as seleções podem jogar com mais precaução no primeiro jogo. A partir do momento em que chegarmos à segunda fase, vai haver mais golos", afiançou.

Domingo, Cristiano Ronaldo, que não marca um golo por Portugal há 16 meses, disse que "os golos são como o ketchup, vem tudo de uma vez", frase que Deco vai tentar desvendar junto do companheiro de seleção.

"Não sei o que quis dizer, vou-lhe perguntar. Todos falam do Cristiano, mas só temos hipóteses de chegar longe se tivermos uma seleção forte. Não existe a preocupação de ele marcar ou não. O importante é que quem marque ajude a equipa a ganhar", referiu.

Deco elogia Eriksson

Deco já anunciou que após um Mundial-2010 vai abandonar a seleção portuguesa, mas não revelou se uma boa prova o poderá fazer mudar de ideias.

"Não penso nisso agora. Já expliquei os motivos dessa decisão. Não penso nisso agora, nem é o momento para falar disso. Já disse que penso em não continuar depois do Mundial. Agora quero é jogar e desfrutar do momento", adiantou.

Sobre a Costa do Marfim, adversário terça feira, em Port Elizabeth, Deco deixou elogios para o selecionador, o sueco e ex-técnico do Benfica Sven-Goran Eriksson.

"O Eriksson tem experiência. É um bom treinador e todas as equipas precisam de bons treinadores. Neste momento, a Costa do Marfim tem um bom treinador. Discutimos como jogam, sabemos como jogam, sabemos o que temos de fazer", afirmou.

 

 

------------------------------------

13h25 14/06/2010 - Suíços Behrami e Frei ausentes contra a Espanha

Os jogadores suíços Valon Behrami e Alexander Frei vão estar ausentes por lesão do primeiro jogo da equipa da Suíça no Mundial-2010, quarta feira contra a Espanha, anunciou hoje o selecionador helvético, Ottmar Hitzfeld.

"Decidi que Alex Frei não podia ainda jogar", afirmou o selecionador suíço, indicando que o objetivo é que já possa participar no segundo jogo, contra o Chile.

"É preciso que ele treine intensamente e que esteja disponível a 100 por cento", observou.

O capitão suíço torceu o tornozelo direito no treino de 9 de junho, mesmo antes da partida para a África do Sul.

O selecionador Ottmar Hitzfeld indicou que não chamou Valon Behrami para este poder recuperar da sua lesão até ao jogo com o Chile.

 

 

------------------------------------

13h02 14/06/2010 - Falhas no relvado em Port Elisabeth desagradam a Queiroz

A seleção portuguesa de futebol deparou-se com um irregular relvado do Estádio Nelson Mandela Bay, na ventosa Port Elisabeth, onde terça feira se estreia no Mundial2010 de futebol.

Abrigado de vento intenso e sob um céu a ameaçar chuva, o selecionador Carlos Queiroz foi o primeiro a subir ao relvado e a deparar-se com um tapete com várias falhas, situação que visivelmente o desagradou.

O técnico conversou com um responsável local e depois conferenciou com os seus adjuntos: o facto de um conjunto de cones de marcação terem sido retirados, pode indiciar que Queiroz terá optado por readaptar o programa do treino.

Alheios a isso, os futebolistas entraram em campo pouco depois e foram divididos em quatro grupos, entretendo-se uns minutos com um exercício em que o objetivo era não deixar a bola cair.

Após uma curta palestra no centro do relvado, os atletas fizeram exercícios de alongamento, enquanto os guarda-redes trabalhavam à parte com Daniel Gaspar.

Nos 15 minutos a que a comunicação social pôde assistir, foi possível ver que a sessão contou quase sempre com bola -- duas balizas estavam colocadas fora de cada área, provavelmente para a última "peladinha" antes da primeira "final" na África do Sul.

Queiroz em conferência de imprensa

Às 14:15 (13:15 em Lisboa) Carlos Queiroz vai falar aos jornalistas, tal como Deco, segundo informação do assessor de imprensa.

A seleção acordou hoje ainda em Magaliesburgo, a hora e meia de Joanesburgo, e voou às 10:00 para Port Elisabeth, durante quase hora e meia.

A Costa do Marfim também testa hoje o Estádio Nelson Mandela Bay, em sessão que vai decorrer às 19:00, antecedida pela conferência de imprensa do selecionador Sven-Goran Eriksson e dos jogadores Yaya Toure e Guy Demel.

O técnico sueco deverá tirar as dúvidas quanto à utilização do avançado Didier Drogba, a grande estrela do futebol africano da atualidade.

Portugal e Costa do Marfim jogam no Estádio Nelson Mandela Bay às 16:00 (15:00 em Lisboa) no primeiro jogo do Grupo G, enquanto Brasil e Coreia do Norte jogam no Ellis Park de Joanesburgo às 20:30.

 

 

------------------------------------

12h30 14/06/2010 - Freira "doida pela bola" transforma convento num mini-estádio

Uma freira "doida pela bola" promete transformar o convento onde vive, em Viana do Castelo, num mini-estádio de futebol, com vuvuzelas e tudo, para "dar força" à selecção nacional no Mundial da África do Sul.

Adepta ferrenha do FC Porto e antiga praticante de futebol federado, Maria de Lurdes Araújo, 44 anos de idade e freira há 20, admite mesmo "fintar" as horas de oração do convento para não perder os principais momentos do Campeonato do Mundo.

"Às tantas, se os jogos coincidirem com a hora da oração, ainda peço à Irmã Teresa (a irmã superiora do convento) para não ir rezar. Não é todos os dias que temos um Mundial de futebol", disse, à Lusa, Maria de Lurdes, uma das três "inquilinas" do convento de Viana do Castelo das Irmãs Reparadoras Missionárias da Santa Face.

Sempre de ténis calçados, esta freira vibra autenticamente com os jogos de futebol, sendo muitas vezes "apanhada" a tentar meter um golo com a cabeça ou a cortar vigorosamente uma bola que ronda a baliza do seu clube.

Cristiano Ronaldo "na seleção não dá uma para a caixa"

As outras duas freiras que ali vivem não ligam nenhuma à bola, mas não será por elas que Maria de Lurdes se verá privada de viver - e de vibrar - com as defesas de Eduardo, a autoridade de Bruno Alves e a magia de Deco.

Estes são, precisamente, por ordem inversa, os jogadores da selecção nacional mais apreciados por Maria de Lurdes, que, sem papas na língua, diz ainda que "Cristiano Ronaldo está ali a mais".

"Nos clubes joga que se farta, na seleção não dá uma para a caixa. Não se adapta. E se não se adapta, não devia lá estar. É como se me mandassem para uma missão para a Índia e eu chegasse lá e não me adaptasse. Estava lá a fazer o quê?", atira.

Não acredita que Portugal seja campeão do Mundo e nem sequer vai rezar para que os "tugas" ganhem, já que, como refere, "isso é com eles, é para isso que eles estão lá, é para isso que são pagos".

"Essas coisas das vitórias não vão lá com orações"

"Vou rezar para que não tenham lesões e corra tudo bem, isso sim. Agora para ganhar é que não. Essas coisas das vitórias não vão lá com orações", refere.

Quando jogou futebol federado, durante quatro anos, no clube da Correlhã, Ponte de Lima, Maria de Lurdes atuava a defesa central, tendo, na altura, como ídolo Lima Pereira, que jogava na mesma posição no Futebol Clube do Porto.

O portismo de Maria de Lurdes está ainda bem patente na caneca, com o símbolo do clube das Antas, pela qual toma todos os dias o pequeno almoço.

Futebol é só 'carvalhos' e mais 'carvalhos'

"É doida pela bola e pelo FC Porto", refere a irmã superiora, confessando que não percebe nada de futebol e que não tem clube, mas que às vezes diz que é benfiquista "só para se meter" com Maria de Lurdes.

A outra freira do convento, Madalena Pereira, diz que só foi uma vez ao futebol, ver um FC Porto-Belenenses, mas chegou para ficar "escaldada".

"Nunca mais. Era só 'carvalhos e mais carvalhos', era só gente a chamar nomes à mãe do árbitro", recorda.

 

 

------------------------------------

12h18 14/06/2010 - Álvaro Pereira quer "mais protagonismo" do Uruguai frente à África do Sul

O defesa Álvaro Pereira, do FC Porto, disse que a seleção do Uruguai "tentará ter mais protagonismo" do que com a França no próximo encontro do Mundial2010 de futebol, quarta feira, frente à África do Sul.

O Uruguai empatou com a França sem golos no seu primeiro encontro do Grupo A.

"Não jogámos mal frente aos franceses, embora nos tenha faltado força ofensiva", admitiu "Palito" Pereira, como é conhecido pelos seus companheiros.

Pereira é uma das apostas do treinador uruguaio Oscar Washington Tabárez para passar da defesa para as ofensivas pela esquerda, mas no jogo de início esteve muito mais contido do que habitualmente e dedicado quase exclusivamente à marcação do futebolista francês que atacava pela sua zona.

"Gerimos a ansiedade e todos pusemos o maior esforço quanto à atitude no campo. Mas está claro que nos faltou um pouco de volume de jogo", afirmou Álvaro Pereira.

"Estivemos a analisar os defeitos e as virtudes dos sul-africanos e, além disso, conhecemo-los de um pouco antes", acrescentou.

O Uruguai e a África do Sul enfrentaram-se em 2007 em Pretória num jogo particular que terminou com um empate sem golos.

"Recuperamos fisicamente desde o início, estamos tranquilos e a trabalhar com muita dedicação pensando na África do Sul e na forma de somar os três pontos, que serão fundamentais para a definição do grupo", sublinhou o jogador uruguaio.

 

 

------------------------------------

12h11 14/06/2010 - Lesão de Ledley King preocupa seleção inglesa

A lesão nos adutores do central Ledley King está preocupar a equipa inglesa, com a imprensa britânica a admitir que o futebolista pode retirar-se definitivamente do Mundial da África do Sul.

A lesão foi confirmada pelo porta-voz da seleção inglesa, concentrada em Rustemburgo, norte da África do Sul.

"Ledley está lesionado nos adutores. A evolução do jogador será seguida diariamente", disse.

A convocatória de King, 29 anos, surpreendeu os adeptos ingleses, uma vez que o jogador do Tottenham se apresentou muito fragilizado ao longo da época, na qual foi pouco utilizado. Sem cartilagem no joelho, ele não pode treinar-se entre os jogos.

Sábado, Ledley King foi substituído por Jamie Carragher ao intervalo do jogo Inglaterra-Estados Unidos (1-1), jogo de abertura do grupo C.

 

 

------------------------------------

10h15 14/06/2010 - Polícia dispersou manifestação de trabalhadores da equipa de segurança do Mundial

Dezenas de elementos da polícia lançaram granadas de gás lacrimogéneo contra os trabalhadores da equipa de segurança do Mundial-2010, que protestavam contra os baixos salários, no estádio de Durban, domingo à noite.

"Iremos assegurar que este tipo de situações não se repita", declarou o porta-voz das forças de segurança, Leon Engelbrecht, que confirmou a utilização de gás lacrimogéneo e disparos de balas de borracha contra os manifestantes que não ficaram feridos.

O porta-voz adiantou que os protestos começaram após uma discusão relacionada com pagamentos, entre o responsável pela contratação dos seguranças e os trabalhadores que tentarem permanecer no local, horas depois de ter terminado o jogo entre a Alemanha e a Austrália.

"Felizmente, tudo isto ocorreu após o jogo", afirmou Leon Engelbrecht.

Segundo testemunhas, a polícia terá lançado duas granadas de percursão para retirarem os trabalhadores de um parque de estacionamento situado sob o estádio Moses Mabhida, em Durban.

As mesmas testemunhas relataram que cerca de 30 elementos das forças policiais terão também lançado granadas de gás lacrimogéneo contra os manifestantes, no exterior do estádio.

Por sua vez, a porta-voz das autoridades policiais em Durban, Phindile Radebe, estimou em duas centenas o número de manifestantes, tendo assegurado que não foram efetuadas detenções, apesar das investigações estarem ainda a decorrer.

Na quarta feira, altura em que irá ocorrer o jogo entre a Espanha e a Suiça, a segurança no estádio vai ser reforçada, de acordo com a mesma responsável.

Até ao momento, a FIFA não fez qualquer comentário sobre o sucedido.

----------------------------------------------------------

09h45 14/06/2010 - Itália começa hoje a defender o título mundial

A seleção italiana de futebol começa hoje, às 19:30 (hora de Lisboa), a defender o título conquistado há quatro anos, na Alemanha, frente ao Paraguai, em jogo que abre o Grupo F do Mundial2010.

A Itália, por regra, começa mal as grandes competições e vai crescendo à medida que a prova avança, o que adensa a expetativa em torno do desempenho dos tetracampeões do Mundo, que não têm sido incluídos no lote de grandes favoritos deste Mundial.

Quanto ao Paraguai, que fez uma brilhante campanha de qualificação na zona sul-americana e se afigura um adversário complicado para os campeões mundiais, mantém-se a dúvida em relação à utilização do avançado do Benfica Óscar Cardozo, apesar de as últimas informações darem conta de estar recuperado da lesão no tornozelo contraída em Portugal.

Além do Itália-Paraguai, disputam-se hoje mais dois jogos do Grupo E, o Holanda-Dinamarca (12:30) e o Japão-Camarões (15:00), jogo que vai ser dirigido pelo árbitro português Olegário Benquerença.

A seleção laranja, um dos "outsiders", vai ter pela frente a Dinamarca, que garantiu o apuramento direto para o Mundial no mesmo grupo de Portugal, obrigado a disputar o "play-off" para obter um lugar na fase final.

No outro jogo que fecha a jornada, entre japoneses e camaroneses, vão estar em confronto dois estilos distintos de futebol, a velocidade nipónica contra a força e o poder atlético dos africanos, capitaneados por Samuel Eto'o, cuja classe pode marcar a diferença.

-----------------------------------------------------------

07h50 - Vídeo: Portugal a caminho de Port Elizabeth

 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***