Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Imprensa brasileira pede mais ao "escrete"

Imprensa brasileira questionou a falta de qualidade e de golos do Portugal-Brasil, cujo resultado confirmou ambas as seleções nos oitavos de final do Mundial. Clique para aceder ao índice do dossiê Mundial-2010

A imprensa brasileira questionou hoje a falta de qualidade e de golos do Portugal-Brasil, cujo resultado (0-0) confirmou ambas as seleções nos oitavos de final do Mundial de futebol África do Sul2010.

"Faltou futebol", titula a edição eletrónica da Gazeta Esportiva, onde se lê que o Brasil, "sem criatividade, segura empate com Portugal e lidera", apesar da "clara dificuldade ofensiva".

O Globo on-line também sublinha a inexistência de qualquer tento, constatando que a "torcida sai de Brasil-Portugal sem ver um gol (sic)", numa partida "ruim", um "jogo tecnicamente fraco".

 

"Brasil empata e fica do lado 'fácil' da Copa", é o destaque na Folha de São Paulo, já que o primeiro lugar no Grupo G impede a "canarinha" de encontrar até à final a arquirrival Argentina ou a vencedora do embate entre Inglaterra e Alemanha, bem como a campeã europeia, Espanha, caso a "roja" ganhe o Grupo H. 

Na edição digital do Lance, também se diz que foi um "jogo sem graça", uma "partida muito aquém das expetativas das duas melhores equipes do suposto 'grupo da morte'". 

"Assobios para o Portugal-Brasil"

No espanhol El Pais, escreve-se que "Nem Dunga aguenta o Brasil", devido aos constantes gestos de descontentamento do selecionador brasileiro para com os seus jogadores durante o encontro. 

"Portugal e CR7 se formos primeiros", titula o desportivo Marca, referindo-se ao eventual cruzamento entre a seleção espanhola e a portuguesa, onde alinha o jogador do Real Madrid, Cristiano Ronaldo. 

A italiana Gazzetta dello Sport pede "Assobios para o Portugal-Brasil", um 0-0 "sem emoção", colocado entre "os mais feios jogos do Mundial".

"Bons amigos"

"Ficamos na mesma" foi o título escolhido pela edição on-line do francês L'Equipe, que segue no mesmo tom: "Portugal e Brasil, bons amigos". 

A britânica BBC resume que o "Empate com Brasil qualifica Portugal" e que "aquele que era percecionado como o jogo decisivo e mais interessante do grupo falhou em cumprir a promessa, já que o desejo de Portugal de segurar o ponto que selaria definitivamente uma já provável qualificação limitou qualquer futebol fluido de qualquer das equipas". 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.