Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

FIFA proíbe repetições polémicas nos estádios (vídeo)

Repetição do primeiro golo da Argentina frente ao México, marcado em fora de jogo, foi exibida nos ecrãs do estádio. Adeptos e jogadores viram e perceberam que a jogada tinha sido irregular. Clique para aceder ao índice do Dossiê Mundial-2010 

"Reclamámos com o árbitro auxiliar depois de vermos a repetição [do golo] no ecrã do estádio", revelou Javier Aguirre, selecionador mexicano, após a partida, na qual o México saiu derrotado pela Argentina por 3-1.

Depois de um período inicial de domínio mexicano, a Argentina chegou ao golo através de Tévez, só que o avançado estava em fora de jogo. Os argentinos festejaram, enquanto que os mexicanos observaram a repetição da jogada no ecrã gigante do estádio e reclamaram junto da equipa de arbitragem.

O erro foi evidente para todos os presentes no estádio (e para quem seguia a transmissão televisiva), mas os árbitros mantiveram a decisão.

Hoje, a FIFA voltou a dizer que não se pronuncia sobre as decisões das equipas de arbitragem, mas acrescentou que a transmissão da repetição da jogada foi "um erro".

"Uma das instruções que passámos aos responsáveis pela transmissão dos jogos nos ecrãs foi que poderiam passar repetições de jogadas, mas não de jogadas polémicas. O que aconteceu ontem [no México-Argentina] foi um erro", disse Nicolas Maignot, porta voz da FIFA, em conferência de imprensa.

Maignot acrescentou também que essa proibição obedece a "razões de segurança", pelo que, a partir de agora, a FIFA será mais rigorosa com as transmissões, "para que [o erro] não se repita".

Veja o golo da Argentina: