Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Eduardo aguentou "furia roja" até onde pôde

O guarda-redes português Eduardo aguentou investida espanhola até aos 63 minutos, quando Villa marcou o golo da vitória de Espanha. Clique para aceder ao dossiê Mundial-2010

O guarda-redes Eduardo aguentou hoje a "furia roja" até aos 63 minutos, quando Villa marcou o golo (1-0) com que a campeã europeia, Espanha, eliminou Portugal do Mundial de futebol África do Sul2010, nos oitavos de final.

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ Mundial-2010

O único tento da partida da Cidade do Cabo foi também o único sofrido em todo o torneio pelo melhor jogador em campo, e aumentou para 16 os êxitos espanhóis sobre Portugal, em 33 partidas, registando-se ainda 12 empates e escassos cinco triunfos lusos.

"Custou-nos muito a todos. Estamos desolados. A responsabilidade é de todos. Foi pena porque ditou a nossa eliminação", afirmou o guardião do Sporting de Braga, referindo-se ao "lance fortuito" do golo espanhol, no qual defendeu um primeiro remate, mas não conseguiu suster a recarga.