Siga-nos

Perfil

Expresso

Mundial - 2010

Carlos Queiroz: "Soube a pouco"

O selecionador português Carlos Queiroz elogiou hoje a dignidade dos jogadores lusos. Clique para aceder ao dossiê Mundial-2010

O selecionador português de futebol elogiou hoje a dignidade dos jogadores lusos e considerou que a presença nos oitavos de final do Mundial de 2010 "soube a pouco".

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ Mundial-2010

No final da derrota por 1-0 com Espanha, na Cidade do Cabo, Carlos Queiroz lamentou a ineficácia apresentada na primeira parte, mas recordou que os jogadores portugueses "merecem todo o respeito e apreço".

"Voltamos hoje para casa, mas voltamos de cabeça erguida. Soube a pouco ficar por aqui, mas é preciso lembrar que jogámos contra o Brasil, primeiro do ranking, e hoje, contra a Espanha, segunda e campeã da Europa", disse.

Carlos Queiroz explicou que a "circulação de bola" dos espanhóis complicou o trabalho dos jogadores portugueses, mas voltou a frisar o "jogo digno e a determinação" apresentada pelos seus atletas.

"Tivemos várias oportunidades para marcar, mas não conseguimos. E pelo domínio que a Espanha teve, penso que o resultado acaba por se justificar. Agora, é tempo de trabalhar para voltarmos mais fortes", avançou.

Substituição de Hugo Almeida

O selecionador falou ainda da decisão de retirar Hugo Almeida do jogo (foi substituído aos 59 minutos, por Danny), quando o avançado mostrava ser um dos mais inconformados.

"Estava já muito esgotado. O nosso plano de jogo era esgotar a equipa espanhola no primeiro tempo e isso fizemos muito bem. Depois, tentámos colocar armas mais rápidas, mas não foi possível marcar e, entretanto, sofremos", lamentou.

Queiroz falou ainda de Deco, apenas utilizado no primeiro jogo e depois ausente por lesão, apesar de hoje já estar recuperado.

"Era uma das opções para o jogo de hoje, mas a partir do momento em que Espanha marcou, tínhamos de correr riscos e tentar ter mais força e capacidade de finalização", concluiu.