Siga-nos

Perfil

Expresso

Jogos Olímpicos 2008

Nike rumo a Pequim, a todo o vapor

A multinacional norte-americana juntou jornalistas de todo o mundo para mostrar as inovações tecnológicas que vão vestir cerca de sete mil desportistas.

Ricardo Capela, em Portland (texto e fotos)*

A Nike juntou cerca de 300 jornalistas de todo o Mundo para dar a conhecer as inovações tecnológicas preparadas para os Jogos Olímpicos. O palco foi o quartel-general da marca, localizado em Beaverton, pequena localidade dos arredores de Portland, Oregon, nos Estados Unidos. Uma "pequena cidade", habitada por 5.300 trabalhadores, que procuram responder de forma positiva ao slogan "innovate for a better world [inovar por um mundo melhor]". E foi neste cenário que foi levantado o pano sobre anos de trabalho, sempre a pensar na melhoria da performance dos atletas.

Os novos ténis da Nike são incrivelmente leves: 92 gramas

Os novos ténis da Nike são incrivelmente leves: 92 gramas

As inovações começam no atletismo, com uns ténis de 92 gramas. Algo impensável, mesmo para os responsáveis da marca que, quando idealizaram as famosas sapatilhas douradas de Michael Johnson, com 112 gramas, pensavam não ser possível reduzir o peso. Agora, a magia de 120 fios de vecran, um material quatro vezes mais resistente que o nylon, intercalados de uma forma que faz lembrar os cabos de uma ponte rodoviária, bordados sobre uma película de poliéster permitiram quebrar a barreira das 100 gramas.

Vecran, o segredo

O objectivo da Nike é simples: conseguir produzir equipamento tão leve quanto possível. E é esse propósito que conduziu a marca até ao vecran. Cruzando fios deste material, concluiu-se que se consegue aumentar a resistência dos produtos, não perdendo a flexibilidade, mas lucrando de forma muito visível no peso.

Foi esta mesma tecnologia que conduziu a Nike até ao Hyperdunk, os ténis mais leves de sempre produzidos para o basquetebol, idealizados de acordo com as exigências de Kobe Bryant, um dos melhores basquetebolistas do mundo. O base dos Lakers esteve no centro de congressos Tiger Woods e explicou aos jornalistas como foi possível chegar ao Hyperdunk.

O "pre-cool" vai permitir manter a temperatura do corpo a níveis baixos

O "pre-cool" vai permitir manter a temperatura do corpo a níveis baixos

"São uns ténis incríveis. Sentei-me com os responsáveis da Nike, disse-lhes que precisava de um calçado que fosse leve e que pudesse suportar os impactos das constantes mudanças de direcção, com acções reflexas de centésimos de segundo, e eles conseguiram exactamente o que eu procurava", disse.

Kobe falou também da polémica em torno dos Jogos Olímpicos, desvalorizando as acções de protesto e centrando-se no papel dos atletas. "Nós somos modelos para muita gente, e a maior demonstração que podemos dar é estar lá e competir. Eu quero estar em Pequim e trazer a medalha de ouro, que seria uma prenda fantástica, já que a final é no dia em que completo 30 anos."

"Pre-cool", um colete único

Uma das grandes inovações dadas a conhecer pela Nike é o "pre-cool", um colete único. No fundo, são quadrados de plástico que contêm água no seu interior e que se congelam.

O colete foi construído a pensar nas necessidades dos atletas durante os Jogos Olímpicos. Ou seja, combater o calor húmido de Pequim, possibilitando aos atletas manter a temperatura do corpo a níveis baixos durante o período de aquecimento.

No fundo, dos laboratórios da Nike equipamentos para os 32 desportos do programa olímpico, que irão equipar perto de sete mil atletas.