Siga-nos

Perfil

Expresso

Euro-2008

2008: "um ano que promete", diz Madaíl

Presidente da Federação Portuguesa de Futebol deixou mensagem de ano novo no site da FPF e revelou expectativas e objectivos para 2008.

"A ambição é grande, mas a consciência das dificuldades apresenta-se em igual proporção". É assim que Gilberto Madaíl encara o ano que agora começa.

A mensagem que o presidente da FPF deixa para 2008 começa com uma simples constatação: "o ano que agora começa é ano de Europeu. Não há volta a dar."

"A selecção nacional vai disputar, no mês de Junho, na Suíça e na Áustria, a sua quarta fase final consecutiva de um Campeonato da Europa, um facto significativo, nunca antes alcançado, e que coloca, definitivamente, a nossa selecção no quadro de países com presença regular nas grandes 'montras' do futebol internacional. A ambição é grande, mas a consciência das dificuldades apresenta-se em igual proporção." É assim que Gilberto Madaíl lança o novo ano, aproveitando para salientar que Portugal tem "jogadores de enorme talento, técnicos competentes e uma estrutura profissional que tudo fará para dotar a 'equipa de todos nós' das condições necessárias para uma boa participação".

Na projecção do ano de 2008, Madaíl não esquece as restantes selecções, que também estarão envolvidas em várias frentes, "dos sub-21 aos sub-19 e sub-17, (...) passando pelas selecções femininas (...) e sem esquecer o Futsal e o Futebol de Praia", mas lembra a importância que 2008 terá no desenvolvimento do futebol português. "Desde logo, com as repercussões que resultarão das alterações legislativas que se prepararam no desporto nacional, nomeadamente no que diz respeito ao novo Regime Jurídico das Federações Desportivas e à Lei de Bases da Actividade Física e do Desporto, que conduzirá a uma revisão dos nossos estatutos", exemplifica.

A finalizar, Madail deixa uma certeza. "O projecto 'Casa das Selecções/Casa do Futebol' vai viver, com toda a certeza, o seu ano decisivo em 2008", tomando-se "decisões definitivas sobre este projecto nuclear para as Selecções Nacionais e para o Futebol Português".