Siga-nos

Perfil

Expresso

WikiLeaks

WikiLeaks: PayPal bloqueou transferências em benefício do site

O serviço de pagamento online PayPal, sediado nos Estados Unidos, anunciou ter bloqueado as transferências financeiras em benefício do Wikileaks. Clique para visitar o dossiê WikiLeaks

O serviço de pagamento 'online' PayPal, sediado nos Estados Unidos, anunciou ter bloqueado as transferências financeiras em benefício do Wikileaks, o site da Internet no centro de um escândalo diplomático.    

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ WikiLeaks"A PayPal bloqueou de modo permanente o acesso à conta utilizada pelo Wikileaks devido à política comercial da PayPal que proíbe o uso do serviço de pagamento 'online' para encorajar, promover ou facilitar qualquer atividade ilegal", segundo um comunicado divulgado na sexta-feira à noite.     "Informámos o proprietário da conta desta decisão", adianta o comunicado.   O Wikileaks iniciou no domingo a divulgação de cerca de 250 000 documentos diplomáticos norte-americanos, causando polémica em chancelarias de todo o mundo.     Os Estados Unidos e outros governos disseram que a divulgação daqueles documentos violava as leis dos seus países.