Siga-nos

Perfil

Expresso

Vulcão pára aviões

Oito voos cancelados no Algarve

Encerramento do espaço aéreo da Escócia e Irlanda levou hoje ao cancelamento de 8 voos com destino ou origem no aeroporto de Faro

Oito voos com destino ou origem na Escócia e Irlanda estão cancelados hoje no aeroporto de Faro devido ao encerramento do espaço aéreo daqueles países por causa da nuvem de cinzas vulcânicas, informa a ANA no seu "site".

O cancelamento dos voos surge depois do encerramento do espaço aéreo da Escócia e da Irlanda na sequência de uma nova nuvem de cinzas libertada pelo vulcão islandês na terça feira.

Estão canceladas quatro chegadas e quatro partidas das companhias Aer Lingus, EasyJet e Ryanair.

O aeroporto algarvio é o único com voos cancelados esta manhã, enquanto na terça feira, às 17h00, o conjunto dos aeroportos geridos pela ANA e ANAM (Aeroportos da Madeira) registaram o cancelamento de 14 voos, cujos destinos e origens foram a Irlanda, na sequência do fecho do espaço aéreo no país.

Cinzas voltam a perturbar

A ANA informa ainda que hojé, no seu "site", será feito novo ponto de situação pelas 12h30.

As cinzas perturbaram segunda feira novamente o espaço aéreo europeu, tendo o espaço aéreo irlandês sido encerrado às 7h00 locais (mesma hora em Lisboa). Algumas regiões da Escócia também o tiveram que fazer pelo mesmo motivo.

No entanto, às 15h00 de Lisboa, a Organização Europeia de Navegação Aérea, Eurocontrol, anunciou que não havia já nenhum encerramento de espaço aéreo devido à nuvem de cinzas vulcânicas.

A erupção do vulcão Eyjafjöll, no sul da Islândia, a 21 de março, provocou uma nuvem de cinzas que paralisou o tráfego aéreo na Europa durante mais de uma semana, em abril, causando grandes perdas para as companhias aéreas e impedindo o embarque de milhares de passageiros em todos os pontos do mundo.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.