Siga-nos

Perfil

Expresso

Face Oculta

Tribunal proíbe "Sol" de publicar conversas de Rui Pedro Soares

O Tribunal Cível de Lisboa decidiu hoje manter a proibição de o semanário "Sol" publicar conversas em que o ex-administrador da PT tenha participado. Clique para visitar o dossiê Face Oculta

O Tribunal Cível de Lisboa decidiu hoje manter a proibição de o jornal "Sol" publicar conversas em que o ex-administrador da PT Rui Pedro Soares tenha participado, apesar de o semanário já ter editado várias notícias sobre o caso desde fevereiro.

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ FACE OCULTA

A decisão obriga ainda o diretor do "Sol", José António Saraiva, a pagar uma indemnização de 10 mil euros pela violação das providências cautelares apresentadas em fevereiro por Rio Pedro Soares, enquanto as jornalistas Felícia Cabrita e Ana Paula Azevedo terão de pagar 5 mil euros cada uma.

O tribunal "mantém a proibição de os jornalistas editarem, em papel ou na internet, ou em qualquer outro meio, conversações ou comunicações telefónicas em que Rui Pedro Soares tenha participado", refere a sentença.

Semanário vai recorrer 

O semanário "Sol" vai recorrer da decisão do Tribunal Cível de Lisboa que decidiu hoje manter a proibição de o jornal publicar conversas em que o ex-administrador da PT Rui Pedro Soares tenha participado.

"Vamos recorrer por não concordarmos com a decisão", disse hoje à Lusa o diretor daquele título, José António Saraiva, acrescentando estar satisfeito "pelo reconhecimento de que não houve invasão da vida privada". 

Para o diretor, "é importante" que tenha sido retirada a acusação de invasão da vida privada, porque, defendeu, "todas as questões tinham a ver com empresas com participação do Estado". 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.