Siga-nos

Perfil

Expresso

Bento XVI em Portugal

Mensagem do Papa à Europa "decadente de valores"

Bento XVI, que chega amanhã a Portugal, trará uma mensagem para uma Europa em crise e "decadente de valores". Clique para aceder ao índice do dossiê Bento XVI em Portugal

O bispo auxiliar de Lisboa Carlos Azevedo afirmou hoje que o papa Bento XVI trará a Portugal uma mensagem para a "Europa decadente de valores", numa crise que se reflete na economia e na política. 

Clique para aceder ao índice do dossiê Bento XVI em Portugal

"Os valores que hoje pontuam os critérios da economia, os critérios da política, denunciam uma crise espiritual. Essa crise espiritual é que é a raiz, segundo o papa, do resto das crises", afirmou Carlos Azevedo, em conferência de imprensa, em Lisboa. 

"Despertar os cristãos adormecidos"

O prelado sublinhou que Bento XVI trará a Portugal uma mensagem de "missão", para "despertar os cristãos adormecidos e a Europa decadente de valores", que se atualiza na "mensagem de Fátima". 

"Se tivesse havido consciência ética não teríamos chegado ao descalabro económico, os políticos teriam posto o dedo a tempo de não chegarmos à crise", sustentou o também coordenador da visita de Bento XVI a Portugal. 

"A mensagem de Fátima tem sido interpretada como uma mensagem profética e que, neste início do século XXI, dá uma mensagem de esperança, de que é possível pautarmo-nos por critérios éticos e espirituais", acrescentou.

Contexto de crise

Carlos Azevedo sublinhou que o "papa Bento XVI tem centrado o seu pontificado numa mensagem de Deus, não se tem centrado na Igreja. Essa mensagem de Deus pode criar, naqueles que são mais responsáveis, uma mudança de rumo".  O contexto de crise, nomeadamente a falta de emprego, trazem exigências, como a "simplicidade de vida e a austeridade", sustentou. 

"Temos de encontrar uma forma nova de viver", afirmou.  O bispo referiu também que no encontro com a pastoral social, na quinta feira, em Fátima, o papa atualizará a posição já vertida na encíclica "Caridade na Verdade", "para que todas as organizações da Igreja deem as mãos para socorrer" a sociedade nos tempos "muito difíceis" da crise económica e financeira.

Na conferência de imprensa foi apresentado um conjunto de ofertas ao papa, que vão desde cestas de produtos biológicos, presente de produtores agrícolas, a doces elaborados por escolas de hotelaria.  Uma empresa de peixe congelado ofereceu uma arca com peixes "representativos" do país, como sardinhas, bacalhau e marisco. 

Serão ainda oferecidos três quadros de artistas plásticos portugueses, com motivos religiosos.  Um desses quadros, "São Nuno de Santa Maria", será oferecido no Terreiro do Paço, na mesma altura em que o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, entregará as chaves da cidade a Bento XVI.  O quadro, de Maria Sobral de Mendonça, é um "sinal de agradecimento" pela canonização de Nuno Álvares Pereira. 

  

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.

Saiba todos os passos e horários do programa oficial da visita do Papa Bento XVI a Portugal, entre 11 e 14 de Maio clicando em Programa da visita de Bento XVI a Portugal