Siga-nos

Perfil

Expresso

Bento XVI em Portugal

Empresa recruta "apoiantes" do Papa em Lisboa e Porto

Empresa de recrutamento de trabalho temporário colocou na Internet anúncios à procura de "apoiantes" do Papa para Lisboa e Porto.

Uma empresa de recrutamento de trabalho temporário colocou na Internet vários anúncios para recrutar "apoiantes" do Papa para Lisboa e Porto.

A comissão organizadora da visita de Bento XVI a Portugal desmente qualquer recurso a estas empresas. 

Comissão organizadora nega

Em nota enviada à agência Lusa, a comissão organizadora da visita de Bento XVI a Portugal informa que "não recorreu a qualquer serviço de recrutamento para trabalho temporário relacionado com as cerimónias que vão ter lugar em Lisboa, Fátima e Porto". 

"Milhares de voluntários associaram-se a este momento sem receberem nada em troca. É esse o espírito que torna esta viagem um momento de alegria para muitos portugueses", lê-se ainda no comunicado. 

Boa apresentação é um dos requisitos

Em vários sites de procura/oferta de emprego na Internet, a empresa Adecco, que se apresenta como "líder mundial de recursos humanos", refere que "pretende recrutar apoiantes (M/F) ao Papa XVI". 

O recrutamento para Lisboa diz respeito ao dia 11 de maio para a Praça do Comércio, onde o Papa celebrará uma missa, sendo o "horário de trabalho: manhã e/ou tarde".  Os requisitos são "muito boa apresentação; gosto contacto com o público; dinamismo e responsabilidade e resistência física". 

A empresa afirma entregar "1 T-shirt alusiva ao evento (ficará para os participantes)" e "uma bandeira ou uma faixa alusiva ao evento (a devolver à agência)". 

As respostas ao anúncio, se reunidos os "requisitos", devem incluir o curriculum vitae

Recrutamento no Porto

Para o Porto, a empresa está a recrutar pessoas para o dia 14 de maio, dia em que Bento XVI estará na cidade, e pede como "requisitos: idade compreendida entre os 18 e os 50 anos" e "disponibilidade das 8h às 13h". 

Também neste caso se entrega "1 T-shirt alusiva ao evento (ficará de recordação para os participantes" e "uma bandeira alusiva ao evento (deverá devolver à agência). 

Contactada pela Lusa, fonte da empresa informou que a pessoa responsável pelas respostas aos meios de comunicação social não estava disponível de momento para prestar esclarecimentos. 

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.