Siga-nos

Perfil

Expresso

Presidência Portuguesa da UE

Socialistas europeus confiantes num novo Tratado ainda hoje

Reunião do Partido Socialista Europeu dá todo o apoio à presidência portuguesa.

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

O chanceler austríaco Alfred Gusenbauer afirmou-se convicto esta quinta-feira de que o Tratado Reformador seria concluído esta noite e que amanhã os líderes europeus presentes no Conselho poder-se-iam dedicar à "agenda do século XXI", numa alusão ao debate sobre a globalização que está agendado para a manhã desta sexta-feira

Gusenbauer falava numa conferência de imprensa no final dos trabalhos de uma reunião do grupo de socialistas europeus, no Pavilhão de Portugal. "Vamos arrumar o passado hoje e abraçar amanhã o futuro de mãos livres", afirmou.

A mesma convicção foi demonstrada pelo líder do PSE, Poul Nyrup Rasmussen, que considerou que esta quinta-feira seria "um dia histórico".

O ex-primeiro-ministro dinamarquês anunciou ainda que os socialistas europeus tudo fariam para apoiar a presidência portuguesa a obter um acordo quanto ao Tratado. "Sentimo-nos nessa obrigação", disse, acrescentando que a Europa "precisa de um novo Tratado para se concentrar nos objectivos políticos, que passam pelas questões sociais".

O ministro Luís Amado, também presente na conferência, não se pronunciou sobre o assunto, mas agradeceu o "apoio dos seus parceiros socialistas para que se obtenha ainda hoje um Tratado".

Segundo o ministro, o problema da governabilidade da Europa e de ter ou não um novo Tratado, que seja assinado e ratificado por todos foi um tema central da reunião dos socialistas, que debateu ainda a criação de uma nova plataforma política de centro esquerda na Europa e no mundo.