Siga-nos

Perfil

Expresso

Desaparecimento de Madeleine McCann

McCann divulgam retrato do raptor de Maddie

O retrato foi feito por especialistas forenses, com base no depoimento de Jane Tanner, uma das amigas do casal, que jantou com o Gerry e Kate na noite do desaparecimento de Maddie.

Retrato do suposto raptor de Maddie

Retrato do suposto raptor de Maddie

Família McCann/AP

Cinco meses depois do desaparecimento da pequena Madeleine, o casal McCann divulgou esta quinta-feira, o retrato do suposto raptor da menina. O esboço, tornado público no site da SkyNews, mostra um homem do sul da Europa, com cabelo castanho escuro, vestido com uma camisola castanha, calças e sapatos bege.

A imagem foi desenhada por especialistas forenses do FBI, com base no depoimento de Jane Tanner, que fazia parte do grupo que jantou com o casal McCann na noite de 3 de Maio, dia do desaparecimento de Maddie. No esboço pode-se ver um homem que aparenta ter 35 a 40 anos, cerca de 1,70m e estatura esguia. Ao colo transporta uma criança em pijama. No depoimento à polícia, a britânica disse ter visto o indivíduo no dia em que Maddie desapareceu, mas não deu importância nem associou ao caso. Tanner afirmou também não se lembrar da fisionomia do homem, pelo que o seu rosto teve de ficar em branco.

De acordo com o porta-voz dos McCann, Clarence Mitchell, o retrato foi encomendado pelos detectives particulares contratados pelo casal. Quanto à divulgação das imagens, a Polícia Judiciária terá aprovado, escreveu a SkyNews.

"Isto é uma fase importante na investigação do rapto de Madeleine e esperamos que estas imagens sejam uma importante lembrança para alguém que possa ter estado na aérea e visto este homem", explicou Mitchell. "Nós acreditamos que era Madeleine que estava a ser transportada".

McCann quebram silêncio

Kate McCan emocionou-se na entrevista ao canal espanhol

Kate McCan emocionou-se na entrevista ao canal espanhol

Antena 3/Reuters

Esta quarta-feira, Gerry e Kate McCan deram a primeira entrevista à comunicação social desde que foram constituídos arguidos. O canal eleito foi a estação de televisão espanhola Antena 3.

Quebrando a imagem de uma pessoa fria e controlada, a mãe de Madeleine chegou mesmo a chorar durante a entrevista, confessando que se sente triste e sozinha. "A nossa vida não é feliz sem Madeleine. Sinto uma grande ansiedade por ela não estar connosco."

O casal acredita que a menina continua viva e, em resposta às especulações que têm sido feitas sobre o suposto envolvimento do casal no desaparecimento de Maddie, Gerry e Kate deixaram bem claro: "Nós sabemos que estamos inocentes. Nada do que nos aconteceu depois está perto de nos afectar como o desaparecimento de Madeleine nos afectou".