Siga-nos

Perfil

Expresso

José Saramago (1922-2010)

Cinzas de Saramago depositadas junto à Casa dos Bicos

Cinzas do escritor serão enterradas junto a uma oliveira que vai ser transplantada da sua terra natal, na Azinhaga do Ribatejo, para a frente da sede da Fundação José Saramago, junto à Casa dos Bicos. Clique para aceder ao índice do dossiê José Saramago (1922-2010)

As cinzas de José Saramago vão ficar depositadas perto da Fundação com o nome do escritor, na Casa dos Bicos, em Lisboa, anunciou hoje o presidente do Município lisboeta. 

Clique para aceder ao índice do dossiê José Saramago (1922-2010)

Serão enterradas junto a uma oliveira que vai ser transplantada da sua terra natal, na Azinhaga do Ribatejo, para a frente da sede da instituição, onde será colocada uma pedra com a inscrição de um execerto da última frase do romance de José Saramago "Memorial do Convento", precisou. 

"Mas não subiu para as estrelas, se à terra pertencia", serão as palavras gravadas na lápide, que irá de Pero Pinheiro (Sintra), região de onde saiu a pedra com que foi construído o Palácio Convento de Mafra, a que se refere a obra.  

Maratona de leitura

O anúncio foi feito momentos antes do arranque da maratona de leitura do romance  "O Ano da Morte de Ricardo Reis", que foi iniciada por Pilar del Río, quando passam sete dias sobre a morte de José Saramago, vítima de leucemia, em Lanzarote, Espanha. 

O tempo médio para ler uma página é de minuto e meio, pelo que a leitura da obra de 582 páginas deverá arrastar-se pelo menos até às 2h00 de sábado, de acordo com dados disponibilizados à agência Lusa pela diretora da Casa Fernando Pessoa, a escritora Inês Pedrosa. 

Na leitura colaborarão várias personalidades, entre as quais António Mega Ferreira, Leonor Xavier, José Mário Silva, José Luís Peixoto e Gonçalo M. Tavares, mas a sessão é aberta à colaboração do público. 

Antes desta maratona, a Casa Fernando Pessoa já promoveu outra, de "As memórias póstumas de Brás Cubas", de Machado do Assis, em 2008, para assinalar o centenário da morte do escritor brasileiro. 

O escritor será também recordado em novembro próximo quando a instituição dirigida por Inês Pedrosa promover o II segundo congresso internacional sobre Fernando Pessoa, revelou. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***