Siga-nos

Perfil

Expresso

Campeonato Nacional da Língua Portuguesa

Regulamento do concurso

Consulte aqui o regulamento do Campeonato Nacional da Língua Portuguesa.

Artº 1º
Objectivos

O Jornal Expresso, o Jornal de Letras, a SIC e a SIC Notícias organizam, com o patrocínio exclusivo do Banco BPI, a terceira edição do Campeonato Nacional da Língua Portuguesa, com o objectivo de promover o bom uso da nossa língua pátria e o gosto na sua utilização correcta, quer a nível oral quer a nível escrito.


Artº 2º
Condições gerais de participação

1. A participação neste Campeonato está aberta a todas as pessoas que dominem a Língua Portuguesa, qualquer que seja a sua nacionalidade, limitando-se à inscrição através de formulário que acompanha os testes de qualificação, seja na versão em papel, acompanhando a edição dos jornais Expresso e Jornal de Letras, seja através deste sítio web.

2. Para efeitos de participação no Campeonato Nacional da Língua Portuguesa os concorrentes assumem o compromisso de se submeterem ao presente Regulamento e às decisões do Júri.

3. Os candidatos menores de 18 anos não poderão concorrer sem a autorização expressa dos pais, ou de pessoa investida de autoridade paternal.

4. Ao enviarem um teste de qualificação distribuído pelo Jornal de Letras, pelo Expresso ou disponibilizado por este sítio web após o registo devidamente preenchido, os candidatos estão automaticamente inscritos no Campeonato Nacional da Língua Portuguesa.

5. A partir desse momento, cada concorrente está a autorizar a publicação e a utilização do seu nome, endereço e imagem nas diversas fases do Campeonato, bem como em notícias acerca dele, renunciando expressamente a todos os direitos e indemnizações que de tal publicação e utilização pudessem resultar. No caso de ser seleccionado para a Grande Final, compromete-se a participar na respectiva emissão televisiva.

6. A Organização reserva-se o direito de conferir, em qualquer momento, o nome, o endereço, a idade e a profissão dos concorrentes, bem como de modificar, se for caso para tal, a categoria na qual concorrem.

7. Ficam excluídos da possibilidade de participar todos os colaboradores dos órgãos de comunicação social organizadores, assim como os membros do Júri Nacional e seus familiares (ascendentes, descendentes, cônjuges).


Artº 3º
Júri

O Júri, presidido por Francisco Pinto Balsemão e vice-presidido por Artur Santos Silva, é composto por uma Comissão de Honra, por uma Comissão Consultiva e por uma Comissão Técnico-Científica.


Artº 4º
Competências da Comissão de Honra

1. A Comissão de Honra é composta por personalidades e entidades que constituem garante dos valores éticos e de interesse público inspiradores desta iniciativa.


Artº 5º
Competências da Comissão Consultiva

1. A Comissão Consultiva pronuncia-se acerca das orientações temáticas das provas e exerce funções de recurso quando tal lhe for solicitado pela Comissão Técnico-Científica.


Artº 6º
Competências e composição da Comissão Técnico-Científica

1. São competência da Comissão Técnico-Científica definir o número, o conteúdo e a forma das provas do Campeonato Nacional da Língua Portuguesa, acompanhar e controlar o seu prosseguimento, fixar as listas de concorrentes em prova e estabelecer a lista de vencedores com acesso à Final Nacional, bem como supervisioná-la directamente.

2. É ainda da competência exclusiva desta Comissão solucionar todas as questões relativas ao número, conteúdo, forma e correcção das provas e tomar a todo o momento qualquer decisão de supressão, modificação ou manutenção de uma prova, bem como de exclusão ou de readmissão de um concorrente.

3. As decisões da Comissão Técnico-Científica são prevalecentes, não sendo possível, em qualquer circunstância, recorrer das mesmas.

4. Caberá à Comissão Técnico-Científica decidir sobre os casos omissos neste Regulamento.

5. A Comissão Técnico-Científica é composta por António Loja Neves, jornalista, coordenador do Gabinete de «Copydesk» do Expresso; António Valdemar, Jornalista, membro da Academia das Ciências de Lisboa; D´Silvas Filho, Linguista, membro da Sociedade da Língua Portuguesa; Elsa Rodrigues dos Santos, Presidente da Sociedade da Língua Portuguesa; Luísa Mellid-Franco, crítica literária do Expresso.


Artº 7º
Competências e composição da Comissão de Organização

1. Compete à Comissão de Organização assegurar o bom funcionamento do Campeonato, proceder à divulgação adequada do mesmo e prestar todos os esclarecimentos necessários aos concorrentes.

2. A Comissão de Organização é constituída por Mónica Balsemão, Henrique Monteiro, Joana Lobo, José Carlos Vasconcelos e Ricardo Costa.


Artº 8º
Categorização dos concorrentes

1. Os concorrentes serão repartidos em categorias etárias: Menores de 15 anos: os concorrentes nascidos depois de 31 de Dezembro de 1992; De 15 a 18 anos: os concorrentes nascidos entre 1 de Janeiro de 1992 e 31 de Dezembro de 1989 e Maiores de 18 anos: os concorrentes nascidos até 31 de Dezembro de 1988.

2. Um candidato que entenda estar inscrito numa categoria à qual a sua idade não corresponda deverá contactar de imediato a Organização.


Artº 9º
Provas

1. As provas do Campeonato Nacional da Língua Portuguesa estão organizadas em duas fases.
A primeira fase compreende três testes de qualificação de múltipla escolha que serão publicados sequencialmente no Jornal de Letras e no Expresso e disponibilizados neste sítio web.
O primeiro teste terá seis perguntas por cada uma das categorias etárias.
O segundo teste terá oito perguntas por cada uma das categorias etárias.
O terceiro teste terá dez perguntas por cada uma das categorias etárias.
Cada pergunta destes testes valerá 1 ponto (um).
Os concorrentes não estão obrigados a responder a todos os testes, mas ficarão potencialmente prejudicados nessa circunstância, pois não somarão pontos nas «jogadas» em que não participarem.
Os pontos dos três testes são acumuláveis.
Quantas mais respostas correctas os participantes tiverem, mais pontos acumularão.
Só é permitido um teste, em cada «jogada», por participante.
A segunda fase corresponde à Grande Final e a ela têm acesso o conjunto dos melhores 200 concorrentes, fazendo fé o quadro de pontuações estabelecido nas provas da primeira fase.
Os concorrentes com a melhor pontuação serão submetidos a provas suplementares se, até ao dia 2 de Abril, existir necessidade de desempate para se atingir o número de 200 concorrentes com acesso à Grande Final. Todas as provas suplementares serão enviadas directamente aos concorrentes.
A Grande Final consiste numa prova composta, sobremaneira, de um ditado e de um teste-questionário, a que se poderão juntar outros instrumentos de aferição do conhecimento da Língua Portuguesa considerados úteis para o apuramento dos vencedores. A Grande Final, transmitida pela SIC, realizar-se-á, para todos os concorrentes apurados no decurso da fase anterior, no dia 28 de Abril de 2007, nas instalações do Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

2. Todas estas provas terão diferentes graus de dificuldade em função das categorias etárias dos concorrentes.

3. Para efeitos de aceitação dos testes qualificativos dos concorrentes apenas serão admitidos os testes distribuídos com o Expresso e o Jornal de Letras, não se aceitando quaisquer cópias ou fotocópias dos mesmos ou os testes disponibilizados neste sítio web, após registo.

4. Não serão aceites quaisquer testes que não contenham o espaço de inscrição/identificação integral e devidamente preenchido.


Artº 10º
Correcção das Provas

1. A correcção das provas que constituem o Campeonato Nacional da Língua Portuguesa serão divulgadas neste sítio web e far-se-á sobre o controlo da comissão Técnico Cientifica do Júri Nacional.

2. As provas respeitantes à Grande Final serão aferidas in loco e os resultados validados pela Comissão Técnico-Científica, proclamados no próprio local.

3. A correcção das provas da Grande Final será divulgada neste sítio web.

4. Para a mesma prova e para o conjunto dos concorrentes, aplicar-se-á um único critério e código de correcção.

5. Eventuais situações de ex aequo serão desempatadas através de provas adicionais apresentadas no enunciado da prova da Final Nacional.

6. As provas deverão obrigatoriamente ser redigidas a tinta azul ou preta, sendo as restantes cores reservadas à respectiva correcção.
7. Cada prova entregue deverá ser legível, sem emendas nem rasuras ambíguas.

8. Por ocasião da correcção das provas da Final Nacional, a identidade do concorrente é desconhecida.

9. Após corrigidas as provas não serão devolvidas aos concorrentes.


Artº 11º
Classificação dos concorrentes

1. A pontuação atribuída a cada concorrente pelas respostas correctamente respondidas é acumulável no conjunto dos testes da primeira fase.

2. O quadro classificativo destas pontuações será disponibilizado neste sítio web quinze dias após a publicação de cada teste.

3. Nas provas da Grande Final, os concorrentes de cada categoria etária que menos erros tenham cometido obterão as classificações mais elevadas. Assim, a classificação será atribuída em função do número de erros no ditado, servindo o resultado do teste de escolha múltipla para desempatar os concorrentes ex æquo no ditado; os eventuais ex æquo irredutíveis (ditado + teste) verão o desempate ser feito através das provas adicionais.


Artº 12º
Obras de referência para as provas e respectiva correcção

1. A obra de referência para avaliar a exactidão da grafia das palavras é o Grande Dicionário da Língua Portuguesa, editado em Maio de 2004 pela Porto Editora.

2. No que respeita à sintaxe, recomenda-se a utilização da Nova Gramática do Português Contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra, publicação das Edições João Sá da Costa.

3. Na prova de ditado aplicar-se-ão as regras de pronúncia, prosódia e ortografia indicadas nas obras de referência, de acordo com as bases e Tratado da Ortografia vigentes.


Artº 13º
Disposições gerais sobre a Final

1. Na Final, os concorrentes deverão apresentar-se munidos da convocatória e de um documento de identificação.

2. Cada concorrente que participe na Final terá direito a uma compensação de 100 euros, decorrendo todas as restantes eventuais despesas por sua conta.

3. Não serão autorizados dicionários, gramáticas ou quaisquer outros livros ou elementos de consulta na sala de provas. Qualquer tentativa de fraude ou de colaboração com outro concorrente implicará a eliminação definitiva do concorrente ou de quem dê resposta a um pedido de colaboração; apenas poderão ser utilizadas as folhas fornecidas pela Comissão de Organização.

4. Os concorrentes menores de 15 anos deverão necessariamente ser acompanhados por um adulto no acto da apresentação.

5. Os concorrentes seleccionados para a Final comprometem-se a permanecer na data e local de realização da mesma desde o seu início até ao final da cerimónia de entrega dos prémios.


Artº 14º
Não imputabilidade da Organização e do Júri

1. Em caso de modificação, suspensão ou interrupção do Campeonato Nacional da Língua Portuguesa, qualquer que seja o motivo, não serão imputadas responsabilidades à Comissão de Organização nem aos membros do Júri Nacional.

2. Aos promotores, organizadores, patrocinadores e membros das Comissões não poderão ser imputadas quaisquer responsabilidades decorrentes da anulação, suspensão, interrupção ou modificação do Campeonato Nacional da Língua Portuguesa, assim como de perda, descaminho ou atraso na recepção das provas enviadas pelos concorrentes.


Artº 15º
Prémios

1. O primeiro classificado de cada categoria receberá uma viagem para duas pessoas a um local cultural. Além de um diploma, será ainda premiado com os seguintes produtos da Porto Editora: um exemplar do Grande Dicionário da Língua Portuguesa no valor de 150€, um conjunto de produtos multimédia no valor total de 350€, 1 ano de subscrição do serviço Infopédia.pt - plano Power User TOP no valor 119€ e uma Biblioteca de produtos Porto Editora no valor de 250€.

2. O segundo classificado de cada categoria receberá uma viagem para duas pessoas a um local cultural. Além de um diploma, será ainda premiado com os seguintes produtos da Porto Editora: um exemplar do Grande Dicionário da Língua Portuguesa, no valor de 150€ um conjunto de produtos multimédia no valor de 250€, 1 ano de subscrição do serviço Infopédia.pt - plano Duo no valor de 75€ e uma Biblioteca de produtos Porto Editora no valor de 200€.

3. O terceiro classificado de cada categoria receberá uma viagem para duas pessoas a um local cultural. Além de um diploma, será ainda premiado com os seguintes produtos da Porto Editora: um exemplar do Grande Dicionário da Língua Portuguesa no valor de 150€, um conjunto de produtos multimédia no valor de 125€, 1 ano de subscrição do serviço Infopédia.pt - plano Simples no valor de 49,90€ e uma Biblioteca de produtos Porto Editora no valor de 100€.

Todos os concorrentes que participem na Grande Final receberão um diploma de participação, um Dicionário Académico da Língua Portuguesa e um Diciopédia X , oferecidos pela Porto Editora.