Siga-nos

Perfil

Expresso

Apito dourado

Pinto da Costa e Carolina Salgado acusam-se mutuamente de mentir

Seis minutos foi quanto durou a acareação entre o o presidente do FC Porto e a sua ex-companheira. Um e outro mantiveram os anteriores depoimentos, pairando no Tribunal a dúvida sobre quem está a mentir sobre os encontros a três: Pinto da Costa, Valentim Loureiro e Pinto de Sousa.

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Dois anos depois a turbulenta separação, Pinto da Costa e Carolina Salgado voltaram a estar lado a lado, separados por um metro de distância, no Tribunal de Gondomar. Antes da acareação que começou às 14h30, o juiz Carneiro da Silva alertou que ambos que não podiam falar um com o outro, mas limitar-se às questões que lhe fossem colocadas.

Questionada sobre se mantinha o depoimento prestado em Março, Carolina confirmou que, em 2003 e 2004, por diversas vezes almoçou ou jantou no Degrau Chá, restaurante da família Loureiro, na zona do Foco, Porto, e ainda no Graça da Vila, em Gaia, com Pinto da Costa, Valentim Loureiro e Pinto de Sousa, ex-presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, encontros onde os três discutiam a escolha dos árbitros para os jogos de Gondomar.

Pinto da Costa, interpelado sobre a mesma matéria, retorquiu que as afirmações "dessa senhora" - expressão que utilizou sempre para se referir à ex-companheira "eram totalmente falsas", acusando-a de estar a mentir.

Enquanto Carolina, tensa, foi parca em palavras, o líder do FC Porto frisou ainda que Carolina mentira quando afirmara que estivera também com Valentim e Pinto de Sousa no camarote do Boavista, sustentando Pinto da Costa que o ex-presidente da Liga nunca vai para a tribuna presidencial do Bessa, mas para o camarote da família.

Na rápida acareação, Pinto da Costa advertiu ainda os juízes que é fácil de provar que nunca discutiu nomeações de árbitros para o FC Porto ou Gondomar, dado que o seu telemóvel está sob escuta. "Esteve", corrigiu o juiz Carneiro da Silva. "Esteve e está", respondeu, sem hesitar, Pinto da Costa.

O líder do FC Porto foi ainda questionado pelo procurador Gonçalo da Silva sobre se alguma vez esteve com a esposa no Degrau Chá. Pinto da Costa afirmou que esteve algumas vezes com a esposa no restaurante, onde é cliente frequente do arroz de pato às quarta-feiras, mas com a sua actual esposa, Filomena, e não com Carolina. "Essa senhora nunca foi minha esposa", frisou, embora admita que a possa ter lá levado.