Siga-nos

Perfil

Expresso

Eleições no Reino Unido

Novo Governo britânico já trabalha em Downing Street

David CameronNick Clegg foram rápidos a acordarem uma coligação. O novo Governo britânico ainda não está concluído, mas conservadores e liberais-democratas já trabalham em Downing Street. Clique para aceder ao índice do dossiê Eleições em Inglaterra.

Margarida Mota (www.expresso.pt)

O novo Governo britânico começou hoje a trabalhar. David Cameron, primeiro-ministro (conservador) e Nick Clegg, vice-primeiro-ministro (liberal-democrata) selaram o acordo de coligação com um aperto de mão à entrada do n.º 10 de Downing Street.

Clique para aceder ao índice do dossiê Eleições em Inglaterra

O Governo ainda não está concluído - falta nomear, entre outros, o ministro do Interior -, mas já está definido que os lib dem ficarão com cinco pastas. Eis algumas das principais figuras do novo elenco britânico.

Ministro dos Negócios Estrangeiros - William Hague (conservador): foi líder dos conservadores entre 1997 e 2001 e ministro-sombra dos Negócios Estrangeiros desde 2005. Hague diz-se determinado a empreender uma "política externa britânica distintiva" e elegeu a situação no Afeganistão como prioridade.

Ministro das Finanças - George Osborne (conservador): aos 38 anos torna-se o mais jovem ministro das Finanças em 125 anos. Um dos mais próximos amigos e aliados de David Cameron, teve uma ascensão meteórica desde que, em 2001, foi eleito deputado. Tem estado na linha da frente do debate sobre a recessão no Reino Unido.

Ministro da Defesa - Liam Fox (conservador): médico de formação, ficou em terceiro lugar na corrida à liderança dos conservadores em 2005. Figura popular entre as bases, liderou as críticas à política de financiamento das Forças Armadas do Governo trabalhista.

Ministro da Saúde -Andrew Lansley (conservador): foi um dos principais arquitectos da vitória conservadora nas eleições de 1992 e uma das personalidades mais criticadas pela derrota em 2001. A pasta da Saúde era uma promessa de David Cameron, dado o empenho de Lansley em convencer o eleitorado de que o Sistema Nacional de Saúde é uma prioridade dos conservadores.

Ministro da Economia - Vince Cable (liberal-democrata): foi o porta-voz dos lib dem para os assuntos financeiros. Entrou para o Parlamento em 1997 e, gradualmente, foi construindo a sua base de apoio. A crise financeira trouxe-lhe credibilidade, dados os seus avisos prévios. Referiu-se ao líder trabalhista Gordon Brown como tendo ido de "Estaline a Mr. Bean".  

Ministro da Energia e para as Alterações Climáticas: Chris Huhne (liberal democrata): Companheiro de escola de Nick Clegg, na exclusiva escola pública de Westminster, fez fortuna na City antes de entrar na política. Foi deputado no Parlamento Europeu. Apesar desta proximidade, ambos disputaram a liderança dos liberais-democratas em 2007.