Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

"Rangel foi a grande figura da comunicação dos últimos 50 anos"

Marcante Emídio Rangel morreu vítima de cancro. Foi diretor da SIC, TSF e RTP

Emídio Rangel é lembrado como uma pessoa criativa, carismática e um líder natural. A capacidade que tinha para motivar as pessoas com quem trabalhava é uma das marcas que deixa. Morreu esta quarta-feira, aos 66 anos.

As memórias de quem trabalhou com Emídio Rangel cruzam-se na capacidade que o jornalista tinha em inovar, liderar e, sobretudo, motivar uma equipa. "Era uma pessoa extremamente criativa, com a cabeça cheia de ideias e perguntava sempre 'o que é que se pode fazer que seja diferente do que já se faz?'", lembra o jornalista David Borges.

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI