Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Ministério Público arquiva queixa contra procurador do processo EDP

Luís Barra

Advogados da PLMJ que representam o presidente executivo da EDP, António Mexia, fizeram uma participação disciplinar contra o procurador Carlos Casimiro, mas um acórdão do Ministério Público veio “ilibar” o magistrado

Miguel Prado

Miguel Prado

texto

Jornalista

Arquive-se. Foi esta a decisão do Conselho Superior do Ministério Público sobre uma queixa apresentada em junho do ano passado pelos advogados de defesa do presidente executivo da EDP, António Mexia, contra o procurador Carlos Casimiro, que está a investigar, no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), suspeitas de corrupção entre a EDP, Manuel Pinho e o Grupo Espírito Santo (GES).

O procurador Carlos Casimiro confirmou ao Expresso o arquivamento da participação disciplinar que o visava, indicando que desde então não voltou a ser alvo de queixas de advogados dos arguidos no processo 184/12.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)