Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Famílias poderão ter tolerância de 10 dias para evitar corte da luz

Regulador quer proteger consumos essenciais antes de haver um corte no abastecimento

Getty Images

Regulador propõe que os consumidores que recebam avisos de corte da eletricidade disponham de 10 dias adicionais com potência mínima para regularizar o pagamento ou a leitura do contador

Miguel Prado

Miguel Prado

texto

Jornalista

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) avançou com um conjunto de propostas de novas regras ligadas à gestão de redes inteligentes na eletricidade e uma das medidas que o regulador quer implementar é a criação de um período adicional de 10 dias para que as famílias possam evitar o corte da eletricidade, após o prazo estipulado no pré-aviso de corte.

A ERSE acaba de lançar em consulta pública uma proposta de regulamentação dos serviços das redes inteligentes (redes que incorporam a digitalização na distribuição de energia). E nessa proposta o regulador refere que “parece ser adequado, tirando partido das funcionalidades das redes inteligentes, ponderar a possibilidade de acrescentar ao prazo de pré-aviso estabelecido um período de tempo em que o fornecimento de energia elétrica se mantém, mas a potência contratada é reduzida”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)