Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

França. Um terrorista-gangster trava “coletes amarelos”

epa

O ataque de um terrorista, num mercado de Natal em Estrasburgo (dois mortos, 13 feridos, seis deles graves), fez passar o movimento dos “coletes amarelos” para segundo plano. A declaração, pelo Governo, do “estado de emergência atentados” pode levar à proibição de manifestações previstas para este fim de semana. À hora de fecho desta edição, o terrorista continuava em fuga

A emoção é enorme em França depois do ataque terrorista, com arma de fogo e punhal, ao princípio da noite desta terça-feira, na zona mais turística e central da cidade francesa de Estrasburgo, capital da região da Alsácia, no leste do país. O ataque, numa das cidades mais simbólicas da Europa, sede do Parlamento Europeu, foi esta quarta-feira a principal notícia no território francês.

O regresso do terrorismo a França, nas vésperas das festas de Natal e de fim de ano, é um choque para um país em crise grave, muito afetado pela violência das últimas semanas devido ao movimento muito radical dos “coletes amarelos”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)