Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Governo acusado de apostar nas divisões para desmobilizar protesto dos bombeiros

Lusa

O braço de ferro entre os bombeiros e o Governo em torno das alterações para o sector está a aumentar de tom. Na tarde desta segunda-feira metade das corporações de bombeiros faltaram à apresentação do plano de socorro para a serra da Estrela e no horizonte pode estar um bloqueio ao dispositivo de combate a fogos florestais para 2019

A acusação de partidarização surgiu no Porto, onde o responsável da Comissão Distrital da Proteção Civil, o socialista Marco Martins, que preside à autarquia de Gondomar e é oficial bombeiro na Areosa, veio desvalorizar o protesto das associações humanitárias.

Marco Martins sustentou que 43 dos 45 corpos de bombeiros do distrito estavam a reportar as ocorrências, elogiando a atitude dos operacionais e comandantes, classificando de “irresponsável” o apelo da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) de suspensão da transmissão de informações dos bombeiros aos comandos da Proteção Civil.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)