Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Garry Kasparov, o elo mais fraco e como piratear uma casa inteligente em 30 minutos

tiago miranda

Começou assim: “Deixem-me mostrar-vos os perigos que existem nas vossas casas.” E deixou muita gente curiosa. O que é que uma lenda do xadrez pode ensinar-nos sobre a segurança das nossas casas? Sozinho não muito, mas com a (grande) ajuda da empresa de segurança informática da qual é embaixador mostra como a partir de uma simples câmara um hacker pode ter acesso a um conjunto de dispositivos ligados entre si - e entrar literalmente em sua casa

Maria João Bourbon

Maria João Bourbon

texto

Jornalista

Tiago Miranda

Tiago Miranda

fotos

Fotojornalista

Podia ser a sua sala. A televisão ao centro, assente num móvel ao estilo IKEA, ladeado por dois candeeiros. E todos nós ali sentados em frente a esse ecrã, quais espetadores da nossa própria sala. Porque foi isso que hoje se veio aqui provar.

Mais do que o móvel em si, importa aquilo que o rodeia (ou que está nele). Um iPad estrategicamente colocado como se fosse uma moldura mostra uma fotografia de família. Um relógio digital. E todos aqueles dispositivos dos tempos modernos, como o assistente virtual Alexa e uma câmara de vigilância para garantir que tudo está em ordem em casa, conetados entre si.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)