Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Desejos de paz em zona de guerra. Em véspera de eleições

foto Sílvia Fernandes

Na altura em que Moçambique vai de novo a votos, para eleições autárquicas cuja campanha foi marcada por vários incidentes e trocas de acusações de irregularidades em praticamente todo o país, publicamos a reportagem de uma visita ao quartel-general do principal grupo da oposição, política e armada. Uma viagem até ao “coração” da serra da Gorongosa, onde uma lata de refrigerante usada pode ser um objeto valioso

Sílvia Fernandes (texto e fotos)

Do alto da Serra da Gorongosa, a brisa sopra fresca e suave como um bálsamo, revigorando o corpo desgastado pela longa viagem até aquele ponto, no centro de Moçambique.

O destino final ficava ainda a algumas horas de distância, e o resto do caminho já não permitia a passagem do carro, deveria ser feito a pé. Para trás tinham ficado cerca de 1.200 quilómetros de estrada, desde a capital, Maputo, percorridos pela EN1, principal eixo rodoviário do país, mas cujas condições de circulação nos levaram a perceber porque são ali as vias também conhecidas como “corredores da morte”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido