Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Fundador da Web Summit ao Expresso: “Espanhóis apresentaram ofertas incríveis mas seria triste abandonar Lisboa”

Foto Miguel A. Lopes / Lusa

Evento fica na capital portuguesa durante os próximos 10 anos e há uma cláusula de rescisão acordada para a possibilidade de haver quebras contratuais. Paddy Cosgrave explica ao Expresso os bastidores da decisão e fala num discurso de Medina que “teve grande impacto”

Porquê Lisboa? Porquê esta coisa com Lisboa?
Nos últimos três anos, Lisboa tem sido incrível e seria muito triste abandonar. E abandonar por o espaço disponível ser pequeno… seria terrível. Claro que o evento precisa de espaço para crescer, mas a parte mais difícil estaria relacionada com as relações construídas aqui com o Governo e com o gabinete do presidente da câmara [Fernando Medina]. E por todas as razões emocionais. Senti-as hoje, foi um dia emotivo. Não só para mim, mas para a equipa. Estou sentado no escritório em Lisboa e estão por aqui jovens portugueses a trabalhar. É ótimo para eles porque estavam sob tanta incerteza nestes últimos 18 meses. Íamos embora, depois já vínhamos, havia muita incerteza também para os nossos parceiros e participantes. Foi um desfecho espetacular.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido