Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Projetos para a antiga Feira Popular vão ter ‘via verde’ nas aprovações camarárias

A Câmara de Lisboa tem grande expectativa com a venda dos antigos terrenos da Feira Popular e acredita que à terceira tentativa haja mais interessados

António Pedro Ferreira

A Câmara de Lisboa definiu o que se podia construir em cada um dos terrenos que vão a leilão em novembro e criou um atendimento personalizado, com uma equipa de técnicos dedicada que garante uma aprovação recorde dos projetos que forem apresentados

Ana Baptista

Ana Baptista

texto

Jornalista

Jaime Figueiredo

Jaime Figueiredo

infografia

Infográfico

A Câmara Municipal de Lisboa vai garantir licenciamentos mais rápidos para os projetos dos investidores privados que ganharem em hasta pública os antigos terrenos da Feira Popular e na zona de Entrecampos, em Lisboa.

“Definimos os lotes, número de edifícios ou de casas que se podem construir, mas os privados apresentam os seus próprios desenhos, que por sua vez têm de ser licenciados. Por isso, criámos um atendimento personalizado com uma equipa de técnicos dedicada que garante uma aprovação recorde dos projetos que forem apresentados”, revela ao Expresso o diretor municipal de Gestão do Património, António Furtado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido