Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A democracia chega ao Espaço

Antevisão artística de uma constelação de pequenos satélites conhecidos por CubeSats. É um mercado emergente que pode valer milhares de milhões de euros na próxima década

foto esa

Há mais de 90 projetos ativos em todo o mundo, em especial na China e nos EUA, para a construção de bases espaciais de lançamento de pequenos satélites como a que será construída nos Açores

Virgílio Azevedo

Virgílio Azevedo

Redator Principal

Há mais de 90 projetos ativos em todo o mundo, em especial na China e nos EUA, para a construção de bases espaciais destinadas ao lançamento de micro, mini e pequenos satélites, um negócio que pode valer milhares de milhões de euros na próxima década. O crescimento do número de projetos representa a emergência de um novo paradigma: a democratização do acesso ao Espaço.

O mercado espacial está a mudar muito rapidamente com a evolução tecnológica, a miniaturização e as necessidades concretas das populações, abrindo pela primeira vez oportunidades de acesso direto ao Espaço a pequenos países como Portugal, e não apenas às grandes potências espaciais como os EUA, a Rússia, a China ou a Índia. E também a muito mais empresas e organizações.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido