Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A revolução dos mares está atracada em Lisboa

O Energy Observer será visível em frente ao Cais das Colunas

d.r.

O primeiro barco no mundo capaz de produzir o seu próprio hidrogénio a bordo, por eletrólise a partir da água do mar, está na capital portuguesa até 30 de setembro e pode ser avistado no Cais das Colunas. Chama-se “Energy Observer” e é um laboratório flutuante que pretende alertar para o desenvolvimento sustentável

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

O Energy Observer não é um catamarã qualquer. Nesta embarcação de 30,5 metros de comprimento e 30 toneladas de peso não há velas nem motores ditos normais. A substituí-los estão 141 metros de painéis fotovoltaicos, duas torres eólicas de eixo vertical e um sistema que permite transformar a água do mar em combustível, dessalinizando-a e decompondo-a em oxigénio e hidrogénio, que é convertido em energia e permite a autonomia total da embarcação. Trata-se do primeiro barco no mundo capaz de produzir o seu próprio hidrogénio a bordo, por eletrólise a partir da água do mar. E está atracado em Lisboa até 30 de setembro.

O público em geral não o poderá visitar por dentro, mas os curiosos podem observá-lo em frente ao Cais das Colunas a partir desta quinta-feira e conhecer o seu interior com óculos virtuais 3D na exposição itinerante “Energy Observer Village”, de acesso gratuito e que abre portas na Doca da Marinha, em frente ao Campo das Cebolas, a 21 de setembro.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido