Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Santa Maria quer ser um dos hospitais mais verdes do mundo, mas projeto esbarra nas Finanças

Cerca de duas mil janelas e perto de 12 mil lâmpadas serão substituídas para maior eficiência energética. O projeto também inclui uso de materiais que atenuem o impacto da trepidação causada pelo sobrevoo de aviões e o ruído ambiente externo

Tiago Miranda

Maior hospital português quer entrar para a lista mundial dos “Green Hospital” e ser ambientalmente mais sustentável e energeticamente mais eficiente. Projeto de €15 milhões, comparticipado em 95% por fundos comunitário, aguarda há um ano pela autorização do Governo

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

A administração do Centro Hospitalar de Lisboa Norte quer transformar o Hospital de Sta. Maria no “mais verde” de Portugal e, assim, entrar para a lista dos 45 “Green Hospitals” certificados a nível mundial. Para lá chegar tem 10 objetivos para cumprir nos próximos três anos e um investimento inicial de €15 milhões de euros, a que acrescem mais €10 milhões.

O primeiro desses objetivos envolve a substituição de caixilharia de janelas e portas, mudança para iluminação mais eficiente e a colocação de painéis solares para aquecimento de águas e produção de energia para autoconsumo. Na calha estão por substituir por caixilharia com corte térmico e vidro duplo 43% das 5400 janelas e 4500 portas do edifício (para) e 11.700 lâmpadas fluorescentes para tecnologia LED; e por instalar coletores solares térmicos para aquecimento de águas e módulos fotovoltaicos para produção de energia para autoconsumo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido