Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

PJ tem em mãos todos os formulários polémicos de Pedrógão Grande

No final de julho, 160 casas que arderam em junho de 2017 já estavam totalmente recuperadas

Ana Baião

Autoridades querem perceber à lupa como se processaram todos os pedidos para a reconstrução de casas em Pedrógão Grande. Investigação promete ser rápida e por enquanto não tem arguidos

A operação da PJ nas instalações da Câmara Municipal de Pedrógão Grande e na Casa Municipal da Cultura (gabinete do Fundo Revita) é só o primeiro passo na investigação deste fundo, criado pelo Governo para apoiar a reconstrução de 261 casas de primeira habitação afetadas pelos incêndios de junho de 2017.

Nesta altura, os inspetores da diretoria de Coimbra já têm em mãos todos os formulários aprovados pela comissão técnica deste fundo e agora vão tentar perceber como tudo se processou. Uma fonte oficial da PJ garante ao Expresso que a investigação ao caso vai ser rápida. Mas há pontas soltas que podem complicar o trabalho das autoridades.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido