Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Miguel Albuquerque acusa presidente da TAP de “má-fé” e pressiona Governo

Tiago Miranda

O social-democrata critica o presidente da TAP e acusa António Costa de nada fazer em relação ao diferendo entre a companhia aérea e a Madeira sobre as condições de aterragem e descolagem no aeroporto do Funchal, para atingir objetivos políticos das eleições de 2019

Miguel Albuquerque não gostou de ouvir Antonoaldo Neves, presidente da TAP, a classificar de “módicas” as tarifas praticadas para a Madeira e acusou a companhia aérea de estar a prejudicar deliberadamente a região autónoma. Com o extremar de posições, o chefe do Governo Regional da Madeira que não vai desistir de processar a TAP por causa dos prejuízos causados à região, exige ainda ao Governo de António Costa que intervenha no diferendo. “Afinal, de que serve ser detentor de 50% do capital da TAP?”, questiona.

Em entrevista ao Expresso, publicada na edição deste sábado, Antonoaldo Neves disse não perceber as críticas do Governo regional em relação aos preços praticados pela companhia aérea. Miguel Albuquerque, no entanto, reitera todas as acusações: “A TAP está a praticar preços exuberantes e absurdos, os preços médios mais altos da Europa. Está a agir de má-fé e a causar muitos prejuízos à região da Madeira”, denuncia o presidente do Governo Regional da Madeira, ao Expresso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido