Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Processo que investiga Pinho já ouviu quatro responsáveis da EDP

EDP foi alvo de buscas há pouco mais de um ano

Luís Barra

Entre as testemunhas que os procuradores do DCIAP já inquiriram está a antiga presidente da EDP Renováveis Ana Maria Fernandes, que atualmente integra a administração da Caixa Geral de Depósitos

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O Ministério Público já ouviu quatro quadros do grupo EDP enquanto testemunhas no processo que investiga o antigo ministro Manuel Pinho e as suas relações com a EDP e o Grupo Espírito Santo (GES), por suspeitas de práticas de corrupção envolvendo o ex-governante e aqueles grupos.

Nos últimos meses os procuradores Carlos Casimiro e Hugo Neto começaram a chamar ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) várias testemunhas para depor no âmbito do Processo 184/12, que tem Manuel Pinho, António Mexia e Ricardo Salgado entre os arguidos. E uma dessas testemunhas foi Ana Maria Fernandes, antiga presidente executiva da EDP Renováveis, que foi inquirida no DCIAP a 15 de junho, segundo indicam os autos do processo, que o Expresso consultou.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)