Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Fundo que deu meio milhão a ex-deputado do PSD fica na mão dos tribunais

Ana Baião

O Invesfundo II avançou com um processo especial de revitalização, que deixará o futuro daquele fundo do Grupo Espírito Santo sob administração judicial

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

O Invesfundo II, fundo de investimento imobiliário que em setembro de 2016 proporcionou a António Preto, ex-deputado do PSD, uma mais-valia de 500 mil euros, acaba de pedir em tribunal o início de um processo especial de revitalização (PER), que deixará aquele veículo nas mãos de um administrador judicial.

O Invesfundo II, criado a 14 de dezembro de 2005, é administrado pela Gesfimo, sociedade gestora de fundos de investimento imobiliário do Grupo Espírito Santo (GES), sendo um de sete fundos com aquela designação que o GES criou entre 2005 e 2008. Estes veículos visaram promover, sobretudo com financiamento do Banco Espírito Santo (BES), vários projetos imobiliários, em parceria com alguns construtores civis, entre os quais o empresário José Guilherme.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)