Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Ministro manda investigar faculdade que impede alunos de ir a exame

Foto Luís Barra

Em causa estão situações de atraso no pagamento das propinas ou dificuldades em apresentar comprovativo de pagamento. Ao Expresso, o ministro do Ensino Superior diz que impedir “vai além” do que está previsto pela legislação. Conselho de Reitores apanhado de surpresa

O Governo mandou investigar a denúncia de que alunos do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa (ISCSP-UL) foram impedidos de realizarem os exames por terem o pagamento de propinas em atraso ou por não conseguirem apresentar o respetivo comprovativo de pagamento. Ao Expresso, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior diz que o caso já foi enviado para a Inspeção-Geral da Educação e Ciência.


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)