Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Experiência governativa vs. impulso juvenil

Pablo Casado e Soraya Sáenz de Santamaria eram os candidatos à sucessão de Mariano Rajoy à frente do PP

Foto JAVIER LIZON / EPA

Quem são Soraya Sáenz de Santamaría e Pablo Casado? Ambos querem liderar o PP, maior partido espanhol, e aspirar a chefiar o Governo

Angel Luis de la Calle

Angel Luis de la Calle

Correspondente em Madrid

Este sábado, à hora a que a maioria dos cidadãos começar a almoçar, a direita política espanhola, agregada no Partido Popular (PP), contará com um novo líder. Terminará, pois, a orfandade em que caiu um vasto sector conservador da sociedade espanhola, depois da inesperada saída de Mariano Rajoy, desalojado do poder por uma não menos inesperada moção de censura parlamentar que levou ao poder o socialista Pedro Sánchez.

O PP convocou eleições primárias, à pressa, para contrariar as acusações generalizadas de inexistência de democracia interna no partido (cuja última disputa interna com várias correntes data dos anos 80) e viabilizar os propósitos de regeneração de uma força política castigada por estar vinculada a graves e diversos episódios de corrupção relacionados com a administração pública.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)