Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Orçamento da Zona Euro. Líderes devolvem ao Eurogrupo uma discussão marcada por divisões

Mário Centeno com o seu congénere grego, Euclid Tsakalotos Foto Getty

As palavras “orçamento da Zona Euro” poderão ficar fora das conclusões da reunião de sexta-feira da cimeira europeia sobre União Económica e Monetária. Mas a ideia é que o assunto não morra e seja devolvido aos ministros das Finanças. França, Portugal, Espanha e Grécia deverão manifestar-se a favor

O último esboço de conclusões da reunião de sexta-feira da Cimeira Europeia, a que o Expresso teve acesso, não faz referência direta à necessidade de criação de um Orçamento para a Zona Euro, o que revela as divergências que existem sobre o tema. Mas a questão é importante para países como Portugal, França ou Espanha, que não querem deixar morrer o assunto.

O documento deverá por isso deixar aberta uma janela para que os ministros das Finanças continuem a discutir essa possibilidade, e para que os líderes voltem à questão em dezembro.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)