Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O que há de comum entre Jorge Jesus e 86 operários portugueses da construção?

Operários da Saudi Oger, falida há 10 meses, carregam o pesadelo de 15 salários por receber

Foto Manuel de Almeida /Lusa

O país que alimenta o sonho do treinador tornou-se no pesadelo para uma equipa de trabalhadores com salários em atraso. O que Jesus cobra por época é o calote da construtora saudita, entretanto falida

É um truque velho este o de convocar uma figura famosa para tornar uma narrativa vulgar mais apetitosa. Neste caso, Jesus ajuda a ressuscitar um drama social. Sabe, então, o que há de comum entre Jorge Jesus e uma equipa de 86 operários portugueses da construção?

O treinador vive o sonho saudita, depois da tormenta de Alcochete. Os ex-emigrantes viveram na Arábia Saudita anos de pesadelo e regressaram carregando uma mochila com 15 meses de salário em atraso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)