Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A austeridade segundo um dos seus ‘pais’, Alberto Alesina

Candidato potencial ao Nobel da Economia, o italiano Alberto Alesina deu na manhã desta quinta-feira uma aula na Faculdade de Economia do Porto centrada nos efeitos da austeridade

d.r.

Se um país quer reduzir o défice e estabilizar a dívida pública, “deve cortar na despesa e não agravar os impostos”, avisa o professor de Harvard

Se um país pretende “reduzir o défice e estabilizar a dívida, tem de cortar a despesa pública e não aumentar os impostos”.

A recomendação surgiu na última das 48 páginas da apresentação que Alberto Alesina, 60 anos, professor de Harvard, fez esta quinta-feira na Faculdade de Economia do Porto, no âmbito de uma sessão sobre políticas públicas e crescimento económico.

A aula de 60 minutos resultou num elogio à austeridade, como a plateia esperava. O título da conferência dizia tudo: "Austeridade". Mas, atenção: é preciso saber primeiro do que se fala, quando se invoca a austeridade.

Alesina, especialista em política orçamental e apontado como potencial candidato ao Nobel, é um dos precursores da “ideologia da austeridade”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)