Siga-nos

Perfil

Expresso

Edição de 18 de Agosto de 2018

“Os responsáveis vão ter de pagar por isto até às últimas consequências”. Um talento maior que a vida, uma voz maior que a história: Aretha Franklin 1942-2018. Saraiva lamenta críticas de Costa aos salários nas empresas: “Não o vejo fazer isso com o futebol”

Ler

Outras Edições

Sumário Caderno 1

Opinião

  1. 2

    As Escolhas do Editor

    Paulo Luís de Castro

Temas principais

  1. 3

    “Os responsáveis vão ter de pagar por isto até às últimas consequências”

    “Uma tragédia imensa” abateu-se sobre a manhã de Génova quando uma ponte colapsou e empurrou para o abismo dezenas de vidas que seguiam nos seus carros. Cá em baixo também houve vítimas. Um operador rodoviário garante que a ponte Morandi era constantemente monitorizada mas o ministro da tutela denuncia falta de manutenção. Balanço provisório: 26 mortos

  2. 4

    Um talento maior que a vida, uma voz maior que a história: Aretha Franklin 1942-2018

    Uma vida de permanente consagração: Aretha Louise Franklin merece todo o respeito pelo qual clamou. Morreu esta quinta-feira, aos 76 anos

  3. 5

    Saraiva lamenta críticas de Costa aos salários nas empresas: “Não o vejo fazer isso com o futebol”

    Primeiro-ministro disse ao Expresso que não é aceitável a grande disparidade entre os salários mais baixos e mais altos nas empresas. Presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal fala em “afirmações simplistas”. Patrões do comércio consideram que faz sentido discutir a questão mas sublinham que são os acionistas que decidem

  4. 6

    Nove coisas sobre política e orçamento que Costa diz nas entrelinhas – e mais uma sobre a PGR

    Para quem vai haver mais dinheiro no Orçamento do Estado? E o que se segue no ano político que antecede as próximas legislativas? A entrevista de sábado de António Costa ao Expresso deixa muitas pistas: no que diz e que no deixa por dizer

  5. 7

    O mistério do vídeo de 18 segundos: as agressões em Lisboa que ninguém quer denunciar

    Vídeo de agressões entre dois grupos perto da entrada de uma discoteca da zona ribeirinha envolto em mistério: ninguém apresentou queixa e poucos parecem interessados em dar pistas às autoridades sobre o que se passou naquela madrugada. Um dos intervenientes é um segurança ilegal

  6. 8

    A hora oficial perturba o nosso relógio biológico?

    Os estudos divergem sobre as implicações da mudança de hora duas vezes por ano para a saúde e a economia, mas a Comissão Europeia termina esta quinta-feira uma consulta pública para saber se os cidadãos europeus concordam ou não com a hora de verão

  7. 9

    Afrin, um enclave de paz que se mudou 60 quilómetros para sudeste depois de ter deixado de o ser

    Há seis meses a guerra em Afrin parou, porque os curdos deste enclave pacífico no norte da Síria não aguentaram mais opor-se ao Exército turco que os invadiu. Milhares fugiram para as regiões rurais à volta de Alepo e é lá, em campos de refugiados numa zona destruída pelo Daesh, que estão a reconstruir as suas vidas. O espírito liberal dos curdos de Afrin foi transplantado e está a crescer a 60 quilómetros da sua casa espiritual

  8. 10

    E a melhor cidade do mundo para se viver é... (e a pior?)

    Pela primeira vez, uma cidade europeia foi considerada a melhor do mundo para se viver, obtendo pontuação máxima ao nível de cuidados de saúde, qualidade da educação e infraestruturas. Em 140 cidades, Lisboa surge depois do primeiro terço da tabela... mas ainda assim à frente da “capital do mundo”

  9. 11

    É como se houvesse “um manual para esconder a verdade”: os abusos sexuais por padres na Pensilvânia

    A história repete-se, desta vez no estado norte-americano da Pensilvânia: um relatório de 1356 páginas regista 300 casos supostos de “padres predadores” sexuais em seis dioceses, que vitimaram pelo menos mil crianças e adolescentes, entre 1947 e o início deste século