Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Webber vence GP Espanha

O australiano Mark Webber (Red Bull-Renault) alcançou hoje a terceira vitória na carreira na Fórmula 1, ao dominar o Grande Prémio de Espanha

O australiano Mark Webber (Red Bull-Renault) alcançou hoje a terceira vitória na carreira na Fórmula 1, ao dominar de início ao fim o Grande Prémio de Espanha, quinta prova do calendário de 2010. 

Após em 2009 ter ganho na Alemanha e no Brasil, Webber aproveitou a "pole position" no Circuito da Catalunha, em Montmeló, Barcelona, para se tornar o quarto vencedor do ano, depois de Fernando Alonso (Bahrein), Jenson Button (Austrália e China) e Sebastian Vettel (Malásia). 

A "pole" parece ser determinante para se ganhar na Catalunha, pois Webber foi o 10.º vencedor consecutivo do Grande Prémio de Espanha que largou em primeiro da grelha. 

"Foi uma 'pole' crucial. Controlei a corrida, adotei um ritmo e cuidei dos pneus. Todos deram o máximo. Infelizmente, esta noite não me posso embebedar, porque na quarta feira temos de estar outra vez na pista", disse Webber após atirar o capacete para as bancadas. 

A Red Bull-Renault largou na frente pela quinta vez em cinco provas, mas finalmente conseguiu juntar a "pole" à vitória: depois dos problemas mecânicos no Bahrein e na Austrália, Vettel ganhou a terceira prova do ano, na Malásia, mas então o primeiro lugar da grelha era de Webber. 

Button continua a liderar o Mundial

O britânico Jenson Button, campeão do Mundo em título, levou o seu McLaren-Mercedes à quinta posição em Montmeló e continua a liderar o Mundial de Pilotos, com 70 pontos, mais três que o espanhol Fernando Alonso, que garantiu um segundo lugar para a Ferrari perante os seus compatriotas. 

O terceiro lugar no Mundial, com 60 pontos, é ocupado pelo alemão da Red Bull-Renault Sebastian Vettel - hoje terceiro após ter largado ao lado do companheiro de equipa da primeira linha da grelha e no final ter sido prejudicado por problemas nos travões -, enquanto Webber é quarto, com 53.

Hamilton despistou-se

Mas Alonso e Vettel beneficiaram do despiste sofrido na penúltima volta pelo britânico Lewis Hamilton: o campeão do Mundo de 2008 colidiu com o muro da curva 10, devido ao rebentamento do pneu da frente esquerda do seu McLaren-Mercedes, quando seguia no segundo lugar. 

Hamilton ultrapassara Vettel nas "boxes", na primeira troca de pneus, e na última parte da corrida distanciara-se ligeiramente do alemão. Devia ficar a apenas um ponto de Button, mas continua com 49, no sexto lugar do Mundial. 

"Estou muito feliz por ter ganho dois lugares. Este pequeno presente foi ótimo para mim, para a equipa e para os adeptos", reconheceu Alonso, referindo-se aos problemas de Hamilton e Vettel. 

Webber completou as 66 voltas da prova em 1:35.44,101 horas, à média de 192,471 km/h, terminando com 24,065 segundos de vantagem sobre Alonso e 51,338 sobre Vettel. 

Schumacher ficou em quarto

"Goste-se ou não, penso que foi um dia de sorte. Ser terceiro não é um desastre. Para ser honesto, tivemos sorte em levar o carro para casa. Hoje muitas coisas correram mal. Não fui suficientemente rápido. Lutei muito com o equilíbrio do carro", afirmou Vettel. 

Na quarta posição, já a mais de um minuto, ficou o alemão heptacampeão do Mundo Michael Schumacher, que assim alcançou o seu melhor resultado neste regresso à Fórmula 1 e pela primeira vez terminou à frente do compatriota Nico Rosberg, apenas 13.º na Catalunha. 

Além dominar o companheiro de equipa na Mercedes GP em todo o fim de semana, Schumacher ultrapassou Button quando este saiu das "boxes" e depois, com uma pilotagem defensiva, manteve o campeão mundial atrás de si durante três quartos da corrida. 

"Não foi o resultado que queríamos e não é o resultado que realmente merecíamos. Foi muito frustrante, não foi uma corrida muito boa", lamentou Button. 

O Mundial de Construtores é comandado pela McLaren-Mercecdes, com 119 pontos, seguida pela Ferrari, com 116, e pela Red Bull- Renault, com 113.

A sexta prova do Campeonato do Mundo é o Grande Prémio do Mónaco, que se disputa dentro de uma semana no circuito urbano de Monte Carlo. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.