Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Votos que chegaram hoje não alteram vitória de Bruno Carvalho

Número de votos por correspondência recolhidos hoje nos correios superou as expectativas mas não coloca em causa a eleição de Bruno Carvalho. Novo presidente do Sporting começa a trabalhar quarta-feira e toma posse no dia seguinte

Bruno Roseiro

"A mesa da Assembleia Geral não tem nenhuma informação sobre os votos por correspondência que vão chegar segunda e terça-feira", salientou Eduardo Barroso, líder da AG, na altura em que anunciou os resultados 'parciais' do sufrágio do Sporting, na madrugada de sábado para domingo.

No entanto, havia uma espécie de previsão 'conservadora' que acabou por ser superada: hoje, nos correios, foram recolhidas mais cartas de sócios com votos por correspondência do que era esperado. Ainda assim, nada que possa colocar em causa a vitória de Bruno Carvalho, 42.º presidente dos 'leões'.

Recorde-se que, para já, a diferença entre Bruno Carvalho e José Couceiro é de 7114 votos (36218 contra 29104), o que, em termos percentuais, atribui ao empresário um valor global de 53,63%. Aliás, a única eleição que eventualmente poderia ter alguma alteração, pelo número mais 'aproximado' de votos, era a Assembleia Geral (39105 vontra 36188). Todavia, nem esse cenário é muito crível.

Bruno Carvalho começa na quarta-feira a trabalhar em Alvalade, dia em que deve reunir-se com Jesualdo Ferreira para aquilatar a possibilidade (desejada) de manter o treinador no comando da equipa pelo menos até ao final da época.

No dia seguinte, o novo presidente tomará posse em Alvalade, numa sessão que se deverá realizar ao final da tarde.