Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Tudo a zero ao intervalo

Jogo muito emotivo e disputado, com oportunidades para os dois lados, embora com ascendente do Sporting, que já viu inclusivamente um golo ser-lhe anulado.

Ricardo Capela

Tudo a zero ao intervalo, no Jamor. Sporting e FC Porto protagonizaram 45 minutos de futebol agradável, sempre muito disputado mas, acima de tudo, correcto.

As duas equipas dispuseram de algumas oportunidades de golo, embora neste capítulo a vantagem seja claramente leonina. Basta dizer, para isso, que Nuno foi o guarda-redes com mais trabalho. O guardião azul-e-branco respondeu com um punhado de boas intervenções às oportunidades que o Sporting conseguiu criar, levando a melhor sobre Yannick Dajló e, em três ocasiões, sobre Derlei. Apenas não conseguiu parar um tiro de Romagnoli, mas o lance foi invalidado por alegado fora-de-jogo do médio argentino.

Do outro lado, Rui Patrício também já foi chamado a intervir, detendo um remate de Lisandro Lopez depois de este ter sido isolado por Mariano Gonzalez.

De salientar ainda a presença de alguns colossos europeus no Estádio do Jamor. Segundo indicações da organização, Atlético de Madrid, Chelsea, Bordéus, Inter de Milão, Manchester United, Nantes, Schalke04, Tottenham e Wofsburgo enviaram observadores à final da Taça de Portugal para tirar notas sobre alguns dos artistas presentes no palco.