Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Sporting em Kiev "de olhos nos olhos e com ambição"

Depois da derrota com o Manchester United na primeira jornada, equipa de Paulo Bento quer aproveitar o momento menos bom do Dínamo e vencer na Ucrânia.

Ricardo Capela

Mudar a história. É o que o Sporting irá procurar, mais logo (19h45), no Estádio Olímpico de Kiev, quando defrontar o Dínamo em jogo a contar para a segunda jornada do Grupo F da Liga dos Campeões.

Os leões começaram a sua campanha europeia com uma derrota em casa com o favorito Manchester United, enquanto o Dínamo de Kiev foi derrotado em Roma por 2-0. Mas a equipa de Paulo Bento não tem, num passado recente, uma história muito favorável com equipas de leste. Na temporada passada, o Sporting empatou na Rússia com o Spartak, mas perdeu em Alvalade por 3-1, no jogo que ditou o adeus às provas europeias. E há, claro, a célebre final da Taça UEFA, com o CSKA Moscovo, que não sairá da memória dos adeptos e dos jogadores leoninos.

Nada que importe, no entanto, a Paulo Bento, que assumiu o desejo de jogar em Kiev "de olhos nos olhos e com ambição". Para o treinador verde-e-branco, o objectivo passa por vencer, para ficar numa melhor posição tendo em vista uma possível qualificação para a segunda fase. "Mas não estamos desesperados", alerta, assumindo que a busca dos três pontos tem que ser feita de forma "equilibrada", até porque "uma derrota nunca interessa". Nesse sentido, Paulo Bento acaba por assumir que "um empate pode ser um mal menor".

O Sporting quererá, por certo, aproveitar o momento menos bom do Dínamo, que recentemente trocou de treinador - Josef Szabo rendeu Anatoly Demianenko -, tem nas lesões de Bangoura e Diakhaté duas baixas importantes e perdeu, no fim de semana, com o último classificado da liga ucraniana. Ainda assim, Paulo Bento defende que "o Dínamo é uma boa equipa" e que "a Liga dos Campeões é uma competição que motiva muito os jogadores".

Izmailov de regresso ao onze

Na equipa do Sporting, Marat Izmailov deverá recuperar a titularidade, depois de ter estado afastado da equipa no "derby" da Luz por lesão. A dúvida está, assim, em saber para o lugar de quem entrará o russo. A hipótese mais directa é que o sacrificado seja Vukcevic, mas Paulo Bento poderá surpreender e retirar Yannick Djaló, fazendo avançar Romagnoli no terreno. Uma terceira hipótese lançaria Izmailov e também Purovic para a equipa e, nesse caso, seriam mesmo Vukcevic e Djaló a regressar ao banco de suplentes.

O jogo de hoje encerra ainda uma curiosidade, em torno de Liedson. O levezinho tem fama - e proveito - de goleador, mas ainda não conseguiu fazer balançar as redes em jogos da Liga dos Campeões. Em nove jogos na liga milionária, o "31" ainda tem a pólvora seca, algo que contrasta com os 11 golos em 18 jogos conseguidos na Taça UEFA.

O jogo entre Sporting e Dínamo de Kiev será arbitrado pelo francês Bertrand Layec.