Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Sérgio Paulinho quer ajudar a ganhar corrida

Sérgio Paulinho mostrou-se "bastante contente" com a confiança dada pela RadioShack para ajudar a equipa na Volta a França pela terceira vez.

O português Sérgio Paulinho (RadioShack) revelou ter ficado "bastante contente" com a confirmação da sua terceira presença na Volta a França em bicicleta, reconhecendo ter como missão "ajudar um colega a ganhar o Tour".

"A minha presença, em mais um Tour, deixa-me bastante contente", disse hoje à Agência Lusa o corredor português, medalha de prata na prova de fundo dos Jogos Olímpicos Atenas2004, apontando como objetivo "como nos outros, trabalhar em prol da equipa e ajudar um colega a ganhar o Tour".

O corredor português vai cumprir a sua terceira "Grande Boucle", depois de ter ajudado, em 2007 e 2009, aos dois triunfos do espanhol Alberto Contador, primeiro na já desaparecida Discovery Channel e, no ano passado, na Astana.

"Não fazer, agora, mais um Tour com o Alberto (Contador) acontece porque cada um seguiu a sua vida. O Alberto decidiu muito tarde o seu futuro, eu não podia ficar à espera de uma resposta dele e decidi resolver o meu futuro o mais rapidamente possível", referiu.

Lance Armstrong não é o único favorito a vencer

Apesar de integrar a formação do norte-americano Lance Armstrong, sete vezes campeão da "Grande Boucle", Paulinho admite que possam surgir outros candidatos, dentro da RadioShack, casos do norte-americano Levi Leipheimer e do alemão Andreas Klden.

"Isso é uma coisa que só no Tour será decidida. f partida, tanto o Lance, como o Leipheimer, como o Klden serão os líderes da equipa. Mas, só mesmo estando lá é que o (Johan) Bruyneel irá dizer quem será o líder principal", explicou Paulinho, admitindo que os "resultados possam ajudar, mas deverá haver um líder principal".

Paulinho garante não ter ficado surpreendido com a prestação de Armstrong na recente Volta à Suíça, que terminou na segunda posição, depois de ter terminado a última Volta a França no terceiro lugar.

"Pelo que tenho acompanhado, o Lance está bastante bem. O Lance é o Lance, é dos melhores ciclistas do Mundo. Tem o recorde de vitórias no Tour e este momento de forma do Lance não me espanta nada, só vem confirmar o ciclista que é", sublinhou o corredor luso.

A 97.ª edição da Volta a França em bicicleta vai partir, a 03 de julho, de Roterdão, na Holanda, integrando um percurso de cerca de 3600 quilómetros, que vão culminar, a 25 de julho, nos Campos Elísios, em Paris.