Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Sandro falha jogo com FC Porto

O médio e capitão de equipa não pode defrontar os campeões nacionais, naquela que é, à partida, a principal contrariedade para o treinador Daúto Faquirá. (Visite o dossiê do Campeonato da I Liga)

A ausência de Sandro, castigado, é a principal contrariedade para o técnico do Vitória de Setúbal, Daúto Faquirá, no jogo de sábado com o F.C.Porto, da 11ª Jornada da Liga. Face à ausência do médio e capitão de equipa, a cumprir castigo por ter sido expulso por acumulação de amarelos no jogo com o Benfica (2-2), Daúto Faquirá deverá optar por Elias, ou, mais provável, pelo defesa-central Hugo, que já alinhou várias vezes como trinco. Na habitual conferência de imprensa antes dos jogos, Daúto Faquirá reconheceu que o F.C.Porto é um adversário muito difícil, mas escusou-se a fazer comparações com o jogo realizado no estádio do Benfica, até porque são "adversários diferentes". "Temos perfeita consciência que o F.C.Porto é um adversário que tem jogadores da selecção nacional portuguesa, da Argentina, do Paraguai, do Uruguai, é o campeão em título e apurou-se agora para os oitavos de final da "Champions League". É um adversário que nos merece o máximo respeito", disse o técnico sadino. "Em função disso, não nos devemos preocupar muito com a equipa do F.C.Porto, porque não a podemos controlar a 100%. O que temos de fazer é virarmo-nos para nós próprios, para aquilo que podemos fazer e tentar potenciar isso ao máximo", acrescentou Daúto Faquirá. O treinador do Vitória de Setúbal prometeu respeitar o F.C.Porto, mas lembrou também que a equipa sadina "tem estado em crescendo, tem consolidado aspectos que têm vindo a ser trabalhados" e admitiu que o empate alcançado no estádio da Luz contribuiu para uma maior motivação dos jogadores. "Amanhã vamos procurar revelar isso mesmo", sublinhou Daúto Faquirá, convicto de que a equipa sadina tem vindo a subir de forma nos últimos jogos. O Vitória de Setúbal ocupa o 9.º lugar da classificação, com 11 pontos, menos seis que o FC Porto, 5.º com 17 pontos, mas com menos um jogo.

Campeonato da I Liga