Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Raikonnen campeão do mundo

O piloto finlandês partia em desvantagem face a Alonso e Hamilton mas saiu de Interlagos com o ceptro mundial.

Ricardo Capela

Kimi Raikkonen é o campeão Mundial de Fórmula 1 de 2007. O piloto finlandês da Ferrari venceu o GP do Brasil, a última prova do campeonato, e conseguiu chegar ao título com a ajuda dos McLaren que, em Interlagos, tiveram uma das piores prestações da temporada.

Antes de se iniciar a prova, Raikonnen partia em clara desvantagem em relação aos seus opositores. O finlandês era terceiro da classificação com 100 pontos, menos quatro do que Alonso e sete do que Hamilton.

Numa época que será sempre recordada como uma das mais disputadas de sempre, com três pilotos em condições de disputar o campeonato à entrada do último grande prémio, Kimi Raikonnen conquistou o primeiro título da sua carreira, permitindo à Ferrari juntar o título de pilotos ao de construtores.

Recorde-se que a "scudderia" italiana beneficiou da desqualificação da McLaren para se sagrar campeã do mundo de construtores, depois de a FIA ter considerado a equipa de Alonso e Hamilton culpada num caso de alegada espionagem. Além da desqualificação, a equipa de Ron Dennis ficou automaticamente excluída do campeonato de construtores da próxima temporada.

Com a vitória em Interlagos, no Grande Prémio do Brasil, Raikonnen terminou a temporada com 110 pontos, sagrando-se campeão por apenas um ponto. Hamilton e Alonso, depois de muita polémica e discussão ao longo de toda a temporada, terminaram em igualdade pontual, com 109 pontos somados.

Ferrari dominou em Interlagos

A corrida começou com Felipe Massa a manter o primeiro lugar com que saiu da grelha de partida. Raikkonen também saiu muito bem e passou Hamilton, o que Alonso também conseguiu.

O piloto inglês acusou muito a pressão e não só caiu de segundo na grelha para quarto, como cometeu um erro logo na primeira volta travando tarde de mais quando tentava atacar o terceiro lugar de Alonso e saindo de pista, caindo para a oitava posição.

À oitava volta, os problemas do Mclaren do inglês pioraram e Hamilton ficou parte da volta sem conseguir engrenar as mudanças, caindo para o 18º lugar e hipotecando quase por completo as hipóteses de se sagrar campeão no ano de estreia na Fórmula 1.

Com Hamilton afastado, Raikkonen precisava apenas de se preocupar com Alonso, que seguia em terceiro. A estratégia da Ferrari permitiu ao finlandês ultrapassar o companheiro de equipa, Felipe Massa, após as paragens nas boxes, conquistando o primeiro lugar que lhe viria a permitir festejar o título mundial na sua primeira época ao volante da escuderia do cavalinho rampante.

Felipe Massa ficou em segundo lugar em Interlagos, garantindo mais uma dobradinha para a Ferrari que, assim, termina a temporada em beleza.