Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Presidente do Benfica quer "fazer surpresa na Europa"

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, prometeu ontem em Toronto uma "equipa competitiva" na próxima época para "fazer uma surpresa na Europa". O Benfica defronta hoje o Panathinaikos.

O presidente do Benfica prometeu no sábado em Toronto uma "equipa competitiva" na próxima época para "fazer uma surpresa na Europa".

Sábado à noite, perante cerca de 700 fãs e simpatizantes do clube presentes no Centro de Português de Mississauga, Luís Filipe Vieira prometeu o empenho na direção no reforço da equipa sénior de futebol.

"Estamos a trabalhar para assegurar uma equipa competitiva no próximo ano, capaz de repetir o que foi feito este ano e, quem sabe, fazer uma surpresa na Europa", disse, numa alusão à participação do clube na Liga dos Campeões Europeus.

O líder benfiquista elogiou a comunidade emigrante local, para quem "mais do que uma referência, o Benfica é um elemento de ligação dos portugueses ao nosso país".

Em Toronto, palco de uma digressão de dois dias da comitiva de dirigentes e jogadores, a Casa do Benfica, a primeira filial criada fora de Portugal, vive dias de aflição, com dívidas ao Estado que põem em causa a sua própria subsistência.

Casa do Benfica de Toronto em risco de fechar

O presidente da coletividade, Victor da Rocha, confirmou a existência das dificuldades financeiras, que estão a criar "uma grande incerteza no futuro por haver uma problema financeiro que já se arrasta desde 2004, que se vem acumulando de ano para ano e não se consegue resolver".

O problema foi abordado no sábado numa reunião na sede da Casa de Toronto, em que esteve presente o vice-presidente do SLB, Domingos de Almeida Lima, responsável pelo pelouro das casas e filiais do clube.

Em declarações à agência Lusa, Domingos de Almeida Lima disse esperar que a sobrevivência da filial não seja colocada em causa, apesar da gravidade da situação.

"Isto era uma situação que infelizmente se vinha acumulando de exercício para exercício e que agora atingiu uma situação de insustentabilidade e por isso há que rapidamente intervir", afirmou.

"Tive uma reunião com várias personalidades daqui de Toronto ligadas à Casa do Benfica e na próxima quarta feira vai haver uma reunião e estou plenamente convencido que sairá luz verde para a resolução deste caso que é grave", informou ainda o responsável.

Adeptos receberam os jogadores do Benfica

O ponto alto da confraternização de sábado foi a apresentação dos 18 jogadores que se deslocaram ao Canadá - entre eles Nuno Gomes, David Luiz, Javi Garcia ou Saviola - a que se juntaram o treinador Jorge Jesus e o diretor desportivo Rui Costa.

A possibilidade de ver em ao vivo as estrelas do clube deixou eufórica a multidão de adeptos que se juntaram à porta do edifício, entoando cânticos e repetidos "slogans" do "Benfica campeão", uma afluência que obrigou a um prolongamento de duas horas da sessão de autógrafos.

Hoje, as atenções viram-se para o jogo maior da digressão norte-americana e que irá colocar o Benfica perante os campeões da Grécia, o Panathinaikos, a partir das 15 horas locais (20 horas em Portugal) no Estádio BMO Field, onde joga a equipa do FC Toronto.

Os prognósticos dos adeptos são de vitória para as cores encarnadas. Enquanto o presidente da Casa do Benfica de Toronto antevê 2-1, o vice-presidente dos encarnados pretende somente que o clube seja vencedor, "porque o Benfica tem de ter uma cultura de vitória".

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.