Siga-nos

Perfil

Expresso

Tribuna

Portugal fez o escrete sambar

Simão e Ricardo Carvalho fizeram os golos da Selecção Nacional, na noite em que Cristiano Ronaldo se estreou como capitão.

Um óptimo teste. É assim que se pode definir o amigável de Portugal frente ao Brasil, em Londres. Perante 60 mil espectadores, Scolari venceu a sua pátria pela segunda vez. Simão e Ricardo Carvalho fizeram os golos, na noite em que Ronaldo, o "novo capitão", e Petit, foram os melhores da equipa das quinas.

O jogo não foi fácil. O "escrete" foi sempre mais perigoso, e, logo nos primeiros minutos, podia ter chegado ao golo, mas Ricardo negou as intenções de Elano por duas vezes. Respondeu Portugal, com Postiga a falhar na cara de Helton. Seria a única chance lusa nos primeiros 45 minutos.

O Brasil voltou à carga, e Rafael Sobis, após "oferta" de Petit, só não fez golo porque Ricardo voltou a não deixar. Até ao descanso, não existiram mais oportunidades, apesar da velocidade ter estado sempre presente, principalmente quando a bola passava por Cristiano Ronaldo e Kaká.

Vitória para Carlos Silva

A segunda metade começou na mesma toada, e Lúcio viu a trave negar-lhe o golo, após ganhar um ressalto. Depois vieram as substituições, e o jogo teve um período mais morno.

Foi já perto do final, e quando o cenário do nulo parecia ser cada vez mais uma realidade, que Quaresma inventou um lance que Simão não desperdiçou. Um golo bonito, com dedicatória especial para Carlos Silva, dirigente da Federação Portuguesa de Futebol que faleceu no último Domingo.

O golo entusiasmou os portugueses presentes no Emirates Stadium, que, até, final, ainda tiveram mais um motivo para festejar. Aos 89 minutos, após centro da direita, Ricardo Carvalho antecipou-se a dois defesas brasileiros e fez o 2-0. Os assobios que se ouviram durante parte do jogo deram lugar a "olés", que se prolongaram até ao apito final do árbitro inglês Martin Atkinson.

A Selecção regressará agora a Portugal, juntando-se novamente daqui a cerca de um mês, para preparar os importantes jogos de qualificação para o Euro 2008, frente à Bélgica e à Sérvia.

Sub-21 na final do Vale do Tejo

Antes da selecção principal subir ao terreno em Londres, já os sub-21 tinham cumprido a sua obrigação de vencer a Estónia (3-0), carimbando passaporte para a final do Torneio Vale do Tejo.

Hugo Almeida, Varela e Manuel Fernandes fizeram os golos da vitória. Na próxima quarta-feira, em Abrantes, a equipa de José Couceiro defronta a Rep. Checa na final do torneio. Os checos venceram a Eslovénia por 2-0, na outra meia-final.